Topo

Bombardeio das forças egípcias mata 20 supostos terroristas no Sinai

19/07/2019 16h01

Cairo, 19 jul (EFE).- Pelo menos 20 supostos terroristas morreram nesta sexta-feira em um bombardeio das forças de segurança do Egito no norte da conflituosa península do Sinai, no nordeste do país.

Os aviões "conseguiram abater com sucesso 20 terroristas e continuaram sobrevoando a região para perseguir os demais alvos insurgentes no local", disse à Agência Efe uma fonte de segurança do norte do Sinai, que pediu anonimato.

A ofensiva aérea ocorreu depois da morte ontem de um civil e de um militar em um atentado suicida frustrado na península, no qual o grupo jihadista Estado Islâmico (EI) reivindicou na última quarta-feira a decapitação de quatro pessoas acusadas de espionar para as forças egípcias.

O Norte do Sinai é a base de operações do Wilayat Sina, grupo terrorista filiado ao EI, que reivindicou a autoria de dezenas de ataques nos últimos anos.

A província permanece militarizada desde 2013, e desde 2018 o exército e a polícia desenvolvem uma ofensiva contra o terrorismo, na qual morreram mais de 730 supostos insurgentes e dezenas de membros das forças de segurança, segundo informações parciais do governo.

No entanto, o acesso à província do Norte do Sinai é vetado para imprensa e não é possível conseguir informações independentes além das oferecidas pelas autoridades. EFE

Mais Notícias