Topo

Ancara suspende compra de petróleo iraniano para cumprir sanções dos EUA

2019-05-22T21:26:00

22/05/2019 21h26

Washington, 23 Mai 2019 (AFP) - A Turquia parou de importar petróleo iraniano desde o início de maio para "respeitar" as sanções americanas, apesar de não concordar, disse nesta quarta-feira um funcionário do governo turco.

"Como um aliado estratégico" dos Estados Unidos, "respeitamos" as sanções, disse o funcionário, sob condição de anonimato, no âmbito de uma visita a Washington do vice-ministro turco das Relações Exteriores, Yavuz Selim Kiran.

O governo de Donald Trump restabeleceu as sanções americanas contra o Irã depois de abandonar o acordo nuclear internacional, há um ano. Essas sanções proíbem a exportação de petróleo iraniano e também têm como alvo qualquer país que continue comprando.

Oito países, entre eles Turquia, China, Índia e Japão, tiveram inicialmente uma isenção para continuar importando petróleo iraniano, mas esta terminou em 2 de maio e não foi renovada.

Quando se anunciou que não haveria mais isenções, Ancara adotou uma posição dura. "Não aceitaremos sanções e restrições unilaterais sobre como manejar nossas relações com nossos vizinhos", disse então o ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlut Cavusoglu.

Mas a Turquia finalmente parou de importar petróleo iraniano a partir de 2 de maio, segundo o funcionário do governo turco entrevistado nesta quarta-feira.

A delegação turca discutiu com o governo Trump as muitas disputas que atravessam as relações entre estes dois países aliados na Otan. Uma delas é a compra por parte de Ancara dos sistemas russos de defesa antiaérea S-400.

fff/AB/mls/mps/db

Mais Notícias