Topo

Banco central da Rússia mantém taxa de juros e sinaliza cortes

2019-04-26T08:56:30

26/04/2019 08h56

MOSCOU (Reuters) - O banco central da Rússia manteve sua taxa de juros em 7,75 por cento nesta sexta-feira, em linha com as expectativas do mercado, mas disse que vai avaliar um corte já em junho.

Analistas consultados pela Reuters este mês haviam projetado de forma unânime a manutenção dos juros pela terceira reunião seguida este ano.

"Se a situação avançar em linha com a estimativa básica, o Banco da Rússia admite a possibilidade de corte da taxa de juros no segundo, terceiro trimestre de 2019", disse o banco central em comunicado.

O banco havia estimado inicialmente que a inflação atingiria o pico de 5,5 por cento antes de desacelerar para sua meta de 4 por cento no próximo ano. Mas a inflação, principal indicador econômico que acompanha, está ligeiramente mais baixa do que o esperado, atingindo 5,3 por cento no mês passado.

O banco central, que disse que duas altas de juros no ano passado pareciam suficiente para conter o aumento dos preços ao consumidor, afirmou que a inflação passou seu pico no mês passado.

A próxima reunião de política monetária será em 14 de junho.

(Reportagem de Gabrielle Tétrault-Farber e Andrey Ostroukh)

Mais Notícias