Topo

MPF pede informações sobre combate à dengue no noroeste paulista

2019-03-25T20:48:00

25/03/2019 20h48

O Ministério Público Federal (MPF) cobrou informações das prefeituras de 22 municípios na região de Jales, noroeste do estado de São Paulo, sobre medidas adotadas para o combate à dengue. Segundo o MPF, cidades da região vêm registrando altos índices de infestação do mosquito Aedes aegypti, que transmite a doença - algumas áreas, inclusive, enfrentam epidemias. No município de Fernandópolis, uma idosa infectada morreu há duas semanas.

As prefeituras têm prazo de 10 dias para indicar quais providências estão tomando neste ano com o objetivo de reduzir os riscos de transmissão da dengue. O MPF pede também um levantamento sobre os casos registrados da doença e a aplicação de multas a moradores que mantenham focos de proliferação do mosquito, como recipientes descobertos que acumulem água parada.

Ofícios foram enviadosàs prefeituras de Aparecida d' Oeste; Aspásia; Estrela d' Oeste; Fernandópolis; General Salgado; Guzolândia; Jales; Macedônia; Mesópolis; Ouroeste; Palmeira d' Oeste; Paranapuã; Pontalinda; Populina; Rubineia; São João das Duas Pontes; São João do Iracema; Suzanápolis; Três Fronteiras; Turmalina; Urânia e Vitória Brasil.

O estado de São Paulo registrou, do início deste ano até o último dia 15, 36.791 mil casos de dengue. A preocupação com a doença aumenta durante o verão, estação que terminou quarta-feira (20). No verão deste ano, o volume de chuvas aumentou 22% na capital paulista, o que aumenta a proliferação do Aedes aegypti, vetor da doença. Com 54 dias chuvosos e total de chuva de 884,5 milímetros, este foi o nono verão com maior volume de precipitação.

Bauru

A prefeitura de Bauru, cidade do centro-oeste paulista, informou na última semana que foram registrados 6.008 casos de dengue no município desde o início deste ano. A Divisão de Vigilância Epidemiológica confirmou 10 mortes pela doença, além de nove óbitos que ainda são investigados pelo Instituto Adolfo Lutz.

Os números são elevados, se for considerado que, durante todo o ano passado, foram notificadas 23 mortes por dengue no Brasil inteiro, conforme informações do Ministério da Saúde.

Dez cidades do interior paulista concentram 56,9% dos registros da doença. Além de Bauru, estão em estado de atenção as cidades de Araraquara (3.275); São José do Rio Preto (3.239); Andradina (2.401); Barretos (1.900); Fernandópolis (1.260); São Joaquim da Barra (1.251); São Paulo (665); Agudos (660) e Palestina (636).

Mais Notícias