PUBLICIDADE
Topo

Ídolo da Juve nos anos 1970, Pietro Anastasi morre na Itália

18/01/2020 09h37

ROMA, 18 JAN (ANSA) - Considerado um dos grandes nomes do futebol italiano nos anos 1970, o ex-atacante da Juventus Pietro Anastasi morreu na noite desta sexta-feira (17), aos 71 anos, na Itália, após uma longa batalha contra o câncer.   


"Hoje é um dia muito triste para toda a Juventus, para o futebol italiano e para todos os que o conhecem. Pietro Anastasi nos deixou aos 71 anos", diz a nota oficial no site da Juventus.   


O clube que consagrou Anastasi também expressou suas condolências e proximidade à esposa Anna e aos filhos, Silvano e Gianluca. Nascido em Catânia, em 1948, o ex-jogador ascendeu no futebol italiano com o Varese e chamou a atenção da Juventus e Inter. No entanto, a Velha Senhora levou a melhor e contratou Anastasi. Durante sua carreira, ele marcou 105 gols na Série A, dos quais 78 foram pela Juventus, onde conquistou o título de artilheiro em 1968 e, em seguida, três títulos da liga na primeira metade dos anos 70. Ao todo, o italiano vestiu a camisa da Velha Senhora por 258 jogos em oito temporadas. Já defendendo a seleção italiana, o atleta disputou 25 partidas, marcando 8 gols. Um dos momentos mais marcantes de sua vida profissional aconteceu em 1968, quando, com apenas 20 anos, ficou eternizado como o grande herói da Azzurra no único título do país na Eurocopa. Depois de anunciar sua aposentadoria, Anastasi chegou a treinar jovens atletas por um curto período de tempo e a comentar jogos em um programa de TV. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Notícias