PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Chile reabrirá fronteiras para estrangeiros vacinados a partir de outubro

15/09/2021 21h52

Santiago, 15 set (EFE).- As autoridades sanitárias do Chile anunciaram nesta quarta-feira a reabertura das fronteiras para a entrada de estrangeiros vacinados a partir de 1º de outubro, após várias semanas registrando uma queda significativa de casos de covid-19 e uma taxa de positividade que não ultrapassa 1% a nível nacional.

Os estrangeiros que viajam para o país devem ter um teste PCR negativo de no máximo 72 horas antes do embarque, seguro médico privado e certificado de vacinação do país de origem.

"É importante que as pessoas que entram no país cumpram essas medidas, façam o autorrelato, bem como respeitem as medidas de autocuidado", afirmou a subsecretária de Saúde Pública, Paula Daza.

Além disso, a subsecretária informou que a partir da mesma data não haverá hotéis de trânsito, lembrando que quem chega ao país deve ficar isolado por cinco dias se tiver Passe de Mobilidade - documento obtido que atesta a vacinação completa - e sete no caso de não ter o credenciamento, sempre no endereço declarado.

Da mesma forma, a alteração na medida de fronteira também permitirá que chilenos e estrangeiros residentes deixem o país, desde que tenham um Passe de Mobilidade, exceto para crianças e adolescentes que podem dispensar o documento.

Os viajantes poderão utilizar os aeroportos internacionais de Iquique e Antofagasta no norte e o da capital, Santiago.

Depois de uma grave segunda onda que atingiu o país entre março e início de junho, onde 8 mil casos diários foram registrados no final de maio, a pandemia se estabilizou e as autoridades reduziram progressivamente as restrições de mobilidade e capacidade.

Essa melhoria foi acompanhada de um processo bem-sucedido de vacinação em massa que já atingiu 87,2% da população-alvo, composta por cerca de 15 milhões de pessoas.

Notícias