PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Embaixador russo retorna aos EUA após acordo entre Biden e Putin

16.jun.2021 - Os presidentes dos Estados Unidos, Joe Biden (à esq.), e da Rússia, Vladimir Putin, durante encontro bilateral em Genebra, na Suíça - Sputnik/Mikhail Metzel/Pool via REUTERS
16.jun.2021 - Os presidentes dos Estados Unidos, Joe Biden (à esq.), e da Rússia, Vladimir Putin, durante encontro bilateral em Genebra, na Suíça Imagem: Sputnik/Mikhail Metzel/Pool via REUTERS

20/06/2021 09h11Atualizada em 20/06/2021 12h44

Moscou, 20 Jun 2021 (AFP) - O embaixador da Rússia nos Estados Unidos retornou hoje a Washington para retomar suas funções, como resultado de um acordo estabelecido na cúpula entre os presidentes Joe Biden e Vladimir Putin na quarta-feira (16) em Genebra.

"Considerando os resultados da reunião entre os dois presidentes, conto com um trabalho construtivo com meus colegas americanos para construir relações igualitárias e pragmáticas", declarou o embaixador Anatoli Antonov à agência Ria Novosti, afirmando estar "otimista".

O embaixador dos Estados Unidos na Rússia, John Sullivan, anunciou por sua vez que estará "em breve" de volta a Moscou, e citou como objetivos "a estabilidade estratégica, os direitos humanos e uma relação estável e previsível com a Rússia", disse no Twitter um porta-voz da legação diplomática.

As relações diplomáticas entre Moscou e Washington estavam muito degradadas desde que o atual presidente americano chegou ao poder em janeiro.

A Rússia convocou Antonov para consultas depois que Biden comparou Putin com um "assassino", e depois Sullivan voltou para Washington, o que o Kremlin havia exigido.

Notícias