PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Erros que todos cometem com dinheiro e podem te levar às dívidas

Júlia Mendonça

Júlia Mendonça é formada em comércio exterior pela Universidade Positivo. Atuou como planejadora financeira entre 2015 e 2018. Especialista em orientação e planejamento financeiro pessoal, é coach e consultora de finanças, pós-graduada em investimentos, finanças e banking. É influenciadora digital no nicho de finanças e investimentos em um dos maiores canais do assunto na área do Brasil.

do UOL

07/05/2021 04h00

Quem nunca, na hora de comprar algo, resolveu ouvir aquela vozinha cochichando ao pé do ouvido dizendo: "Vai lá! Compra mais um pouco! Você tem dinheiro para isso!", e resolveu levar a cabo essa orientação? Não vale mentir porque todo mundo, em algum momento da vida, tomou uma decisão errada com o dinheiro, mesmo sabendo que não deveria fazer aquilo.

Para ajudar a dar mais voz a sua consciência e também focar mais no seu bolso, separei os maiores erros que podem destruir sua vida financeira sem que você perceba.

Ter mais de um cartão de crédito

Se você já está usando o limite de um cartão e pagando o mínimo da fatura, isso significa que suas finanças já estão bastante caóticas. Então, pedir mais um cartão para poder continuar tendo crédito na praça não é a melhor estratégia para o seu bolso.

Antes de sair tentando cartões em vários bancos, reflita um pouco: Por que você está gastando tanto no crédito e por que não está conseguindo pagar por isso? Eu sei que a sua justificativa neste momento vai ser: "Porque eu não tenho dinheiro!". Porém, na hora de finalizar a compra isso não passou pela sua cabeça, né? Então, antes de ter mais dinheiro na mão para gastar, faça um controle do que você já gastou.

Pegar empréstimo para gastar com besteiras

Empréstimos, quando bem feitos, podem salvar a sua vida financeira. Se você está usando cheque especial ou o rotativo do cartão de crédito, que tem juros altíssimos, pegar um empréstimo de juros mais baixos pode ser bastante interessante.

O problema é quando você acaba pegando dinheiro emprestado e acaba gastando com tudo que não deveria: celular melhor, viagem, roupas novas etc. Quando precisar de verdade de um dinheiro emprestado não vai conseguir, pois já utilizou do crédito de que dispunha e o pior: ainda terá dívidas do empréstimo antigo para quitar.

Emprestar o nome

Empreste dinheiro, empreste roupa, empreste o seu carro, mas nunca empreste o seu nome. Nunca se esqueça dessa regra de ouro. Emprestar o nome é a pior coisa que você pode fazer.

Pode parecer besteira, mas com poucos documentos seus: CPF, RG, nome completo e comprovante de residência, é fácil abrir conta em banco, fazer financiamentos, empréstimos, enfim, fazer uma grande festa com o seu nome, só que você não vai ser convidado para ela.

Se uma pessoa abordar você pedindo seu nome emprestado, isso deixa bem claro que ela não conseguiu cuidar do próprio nome, deixou sujar e não tem mais crédito. Por qual razão a pessoa vai cuidar do seu nome? Não se iluda, pois vai sobrar para você pagar a dívida e limpar o seu nome e além disso vai perder a amizade.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Notícias