PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Israel: Erro faz idosa receber cinco doses de vacina da Pfizer contra covid

Frascos de vacinação contra o coronavírus usados na campanha nacional de imunização israelense - REUTERS/Amir Cohen/File Photo
Frascos de vacinação contra o coronavírus usados na campanha nacional de imunização israelense Imagem: REUTERS/Amir Cohen/File Photo
do UOL

Colaboração para o UOL, em São Paulo

15/01/2021 12h55

Um erro médico fez com que uma mulher de 67 anos recebesse uma dose cinco vezes maior que a comum da vacina da Pfizer, durante a campanha de vacinação contra o coronavírus, ontem, em Israel. A superdose não causou efeitos colaterais e a paciente passa bem.

Em vez de aplicar a dose comum de 30 microgramas do imunizante, uma enfermeira do posto de vacinação aplicou acidentalmente um frasco inteiro contendo 150 microgramas da vacina na idosa.

Assim que o erro foi percebido, a mulher foi evacuada para o Centro Médico Shaare Zedek, onde ficou sob observação. Um porta-voz do hospital disse ao jornal Jerusalem Post que, exceto por dores na região da aplicação, ela não sofreu efeitos colaterais estava bem.

Esta, no entanto, não foi a primeira vez em que a equipe do posto de saúde, localizado no centro da cidade santa, administrou doses erradas da vacina da Pfizer.

Logo no início da campanha de vacinação no país, em dezembro, um profissional da área de saúde recebeu uma dose cerca de cinco a seis vezes maior do que a usualmente aplicada. Ele também foi monitorado por um hospital logo em seguida, não apresentou efeitos colaterais e recebeu alta no mesmo dia.

"Isso acontece por uma razão muito simples", explicou Cyrille Cohen, chefe do laboratório de imunoterapia da Universidade Bar-Ilan. "Depois de tantos pacientes, a enfermeira, que às vezes está acostumada a injetar todo o conteúdo da seringa, se engana e pega todo o composto. Estou surpreso que tenha acontecido apenas duas vezes."

Cohen disse que nenhum efeito colateral deve ser esperado, visto que a Pfizer administrou superdoses quando realizou seus testes clínicos, e obteve poucos casos de efeitos colaterais nos voluntários que receberam o imunizante.

O imunologista ainda explicou que as vacinas estão em frascos com múltiplas doses para diminuir o volume ocupado nas remessas. "Se você colocar cada dose de 30 microgramas separadas em frascos únicos, sua remessa terá um volume cinco vezes maior", explicou Cohen.

Notícias