PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Próximo passo é fazer a perícia, diz governador sobre incêndio em hospital

Incêndio teria começado num almoxarifado no subsolo, onde havia um estoque de fraldas - Caio Basilio/Futura Press/Estadão Conteúdo
Incêndio teria começado num almoxarifado no subsolo, onde havia um estoque de fraldas Imagem: Caio Basilio/Futura Press/Estadão Conteúdo

27/10/2020 13h50Atualizada em 27/10/2020 16h29

Após um incêndio atingir Hospital Federal de Bonsucesso, na zona norte do Rio de Janeiro, o governador em exercício, Cláudio Castro (PSC), afirmou hoje que, uma vez controlado o fogo, o próximo passo é investigar as causas do ocorrido. Castro disse que a informação que tem até o momento é que os bombeiros já controlaram o fogo e que todos os pacientes conseguiram ser socorridos.

"O que me chegou [até agora] é que foram todos socorridos e que também conseguimos salvar equipamentos", disse em conversa com jornalistas na saída do Palácio do Planalto. "O próximo passo então é a Polícia Civil, que já está no local, entrar para fazer toda a questão de perícia para aí começar a investigação e passar para o Ministério Público entender se foi uma causa acidental ou uma causa criminosa."

Os bombeiros chegaram ao local por volta das 9h50 desta terça. Até o momento, 195 pacientes foram resgatados com segurança. A maior parte foi transferida do prédio 1, onde o incêndio começou, para o prédio 2 do hospital. Com auxílio do SAMU, 25 pacientes foram transferidos para outros locais.

Conforme mostrou o Estadão, o porta-voz dos Bombeiros, coronel Lauro Botto, afirmou que há indícios de que o incêndio tenha começado num almoxarifado no subsolo do prédio, onde havia um estoque de fraldas. As causas do incêndio deverão ser confirmadas no processo de perícia.

Notícias