PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Beirute: Marinha envia médicos para ajudar fragata de Bangladesh danificada

Fragata de Bangladesh que foi atingida por explosão em Beirute, no Líbano - Reprodução
Fragata de Bangladesh que foi atingida por explosão em Beirute, no Líbano Imagem: Reprodução
do UOL

Do UOL, em São Paulo

05/08/2020 18h16Atualizada em 05/08/2020 19h10

A Marinha do Brasil informou hoje, por meio de nota, que o o Comando da Força-Tarefa Marítima da Unifil (FTM-Unifil) e a Fragata Independência adotaram ações para apoiar a Corveta Bijoy, da Marinha de Bangladesh, que sofreu danos no dia de ontem após explosão no porto de Beirute, no Líbano.

A Fragata Independência, com o Comando da FTM-Unifil embarcado, permanece operando normalmente no mar, em área de patrulha próxima a Beirute, informaram as autoridades.

A Marinha informou que hoje pela manhã a Fragata Independência enviou uma lancha com equipe médica e militares especializados em Controle de Avarias, a fim de apoiar a tripulação da Bijoy.

Foram realizados atendimentos médicos e uma avaliação estrutural do navio.

"O Comando da Força-Tarefa e a Fragata Independência permanecem participando das iniciativas de apoio ao Navio de Bangladesh, sua tripulação, bem como possíveis ações do Governo do Líbano voltadas para o restabelecimento das operações do Porto de Beirute", diz a nota.

Ontem, a Marinha informou que todos os militares da UNIFIL passam bem após a explosão.

Apesar de nenhum militar brasileiro ter ficado ferido, a esposa de um oficial da Aeronáutica, que exerce a função de adido de Defesa no Líbano, teve ferimentos leves após ter sido atingida por estilhaços de vidro de uma janela.

Notícias