PUBLICIDADE
Topo

Prefeito de Ingá (PB) morre de covid-19 após 11 dias internado

Manoel Batista Chaves Filho (PSD), o Manoel da Lenha, morreu por complicações da covid-19 - Divulgação/Prefeitura de Ingá
Manoel Batista Chaves Filho (PSD), o Manoel da Lenha, morreu por complicações da covid-19 Imagem: Divulgação/Prefeitura de Ingá
do UOL

Aliny Gama

Colaboração para o UOL, em Maceió

16/07/2020 13h56

O prefeito do município de Ingá (PB), Manoel Batista Chaves Filho (PSD), conhecido como Manoel da Lenha, morreu por complicações da covid-19, depois de ser infectado pelo novo coronavírus. A morte do prefeito, de 64 anos, foi divulgada na manhã de hoje. Ele estava internado havia 11 dias no Hospital Santa Clara, em Campina Grande (PB).

O prefeito testou positivo para o novo coronavírus depois de apresentar sintomas da covid-19, no dia 5. Ele foi internado no mesmo dia, em um leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do hospital.

A prefeitura de Ingá havia informado, em nota divulgada no último dia 7, que Manoel da Lenha se recuperava bem com o tratamento no hospital e que "por conta da idade e as comorbidades que tem, e por orientação médica, decidiu ficar internado e sob observação médica."

De acordo com o boletim epidemiológico da secretaria municipal de Saúde, divulgado ontem, Ingá registrou 679 pessoas infectadas pelo novo coronavírus e sete mortes causadas pela covid-19, além de 392 pessoas recuperadas da doença. Na Paraíba, 63.939 pessoas foram infectadas pelo novo coronavírus e ocorreram 1.383 óbitos por covid-19.

A secretaria municipal de Assistência Social afirmou que Manoel da Lenha vai deixar um "legado de fé, virtudes e valores." "Manoel foi um homem de muitas virtudes e valores, e nos deixa um legado de fé, de uma vida dedicada a servir ao povo e a defender o nosso município. O seu legado será eterno."

Em nota, a Federação das Associações de Municípios da Paraíba lamentou o falecimento do político. "É muito triste termos que nos despedir dessa forma tão brusca por conta desse inimigo invisível. É um absurdo fazer uma campanha eleitoral em meio a uma pandemia que está matando milhares de pessoas", disse o presidente da entidade, George Coelho.

Enterro será hoje

O corpo do prefeito chegará a Ingá às 15h de hoje para enterro no cemitério municipal. Não haverá velório devido à pandemia do novo coronavírus.

Manoel da Lenha foi eleito prefeito em 2012 e reeleito em 2016 com 54,95% dos votos válidos. O vice-prefeito Robério Lopes Burity (PDT) vai assumir o cargo. Ainda não há data para a posse.

Ontem, após dez dias de afastamento de Manoel da Lenha do cargo de prefeito por motivo de doença, o vice-prefeito assumiu o cargo de prefeito interino, conforme legislação municipal. "Enxerguei a necessidade de manter nossa cidade devidamente administrada, justamente pelo compromisso assumido perante o povo e a lei", disse.

Notícias