PUBLICIDADE
Topo

Portugal renova estado de emergência para conter disseminação do coronavírus

02/04/2020 13h01

LISBOA (Reuters) - O Parlamento de Portugal aprovou a prorrogação de um estado de emergência por mais 15 dias, nesta quinta-feira, para deter a disseminação do coronavírus, depois que o número de mortes em decorrência da doença ultrapassou 200.

"Se decretar um estado de emergência era necessário 15 dias atrás, é essencial que o renovemos hoje", disse o primeiro-ministro, António Costa, ao Parlamento. "Todo o esforço que fizemos até agora será comprometido se não continuar".

Só um parlamentar rejeitou a medida, cuja votação teve 10 abstenções e 215 votos a favor. A parlamentar socialista veterana Ana Catarina Mendes considerou a ação "dura, mas necessária".

O país soma 9.034 casos confirmados de coronavírus e 209 mortes, e as autoridades de saúde acreditam que o surto terá um pico no final de maio.

As medidas governamentais para amparar as finanças das famílias e empresas durante o surto incluem ajuda aos salários dos trabalhadores cujas funções foram suspensas e linhas de crédito para setores duramente atingidas, como turismo, têxtil e agricultura.

Ainda assim, no debate desta quinta-feira os parlamentares apelaram às empresas e ao setor financeiro para que forneçam mais ajuda às famílias e aos negócios. O líder da oposição, Rui Rio, disse que seria um "constrangimento" se os bancos registrassem lucros em 2020 e 2021.

"Os bancos devem muito aos portugueses. Agora é obrigação deles ajudar", afirmou. "Eles não podem se beneficiar desta crise".

(Por Victoria Waldersee, Sérgio Gonçalves e Patricia Rua)

((Tradução Redação Rio de Janeiro; 55 21 2223-7128))

REUTERS PF

Notícias