PUBLICIDADE
Topo

Caiado flexibiliza decreto e permite abertura de borracharias e oficinas

Caiado flexibiliza decreto e permite abertura de borracharias e oficinas - Divulgação/Twitter Ronaldo Caiado
Caiado flexibiliza decreto e permite abertura de borracharias e oficinas Imagem: Divulgação/Twitter Ronaldo Caiado
do UOL

Pedro Paulo Couto

Colaboração para o UOL, em Goiânia

26/03/2020 23h11

Um dia depois de afirmar que os decretos serão mantidos em Goiás, com a manutenção do comércio fechado, exceto aqueles tidos como essenciais, como os ligados à saúde, contrariando o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro, o governador Ronaldo Caiado publicou, na noite de hoje, um complemento liberando o funcionamento de alguns serviços no estado. Segundo ele, "isso é para garantir que vamos atravessar essa crise com equilíbrio".

Vão poder abrir borracharias, oficinas mecânicas, restaurantes e lanchonetes em rodovias. De acordo com o documento, borracharias e oficinas devem funcionar em regime de revezamento estabelecido pelos municípios do estado.

Pousadas e hotéis, que atuam na prestação de serviços públicos ou atividades privadas consideradas essenciais, também poderão abrir.

O decreto diz também sobre obras relacionadas à energia elétrica, saneamento básico, hospitalares, penitenciárias, do sistema socioeducativo e também de infraestrutura do poder público e de interesse social, desde que seja respeitada uma distância mínima de um metro entre os funcionários e com o uso de equipamentos de proteção individual.

Já sobre as indústrias, há uma proibição de funcionamento sobre aquelas que não produzem itens essenciais à manutenção da vida.

O decreto foi publicado no mesmo dia em que houve a primeira morte por coronavírus em Goiás. Uma mulher, de 66 anos de idade, moradora de Luziânia, cidade do entorno do Distrito Federal. Caiado disse hoje também que a situação dos estabelecimentos comerciais e das escolas será revista no fim do período inicial da quarentena, que vai até 4 de abril, e afirmou que pode liberar o funcionamento de forma gradativa analisando caso a caso juntamente com especialistas das áreas de saúde e sanitária.

Notícias