PUBLICIDADE
Topo

Quais são os 10 radares campeões de multas na cidade de São Paulo

Radar campeão de multas fica no Túnel Ayrton Senna e foi instalado em julho de 2018; Prefeitura diz que equipamento reduziu nº de acidentes - Robson Ventura/Folhapress
Radar campeão de multas fica no Túnel Ayrton Senna e foi instalado em julho de 2018; Prefeitura diz que equipamento reduziu nº de acidentes
Imagem: Robson Ventura/Folhapress
do UOL

Alessandro Reis

Do UOL, em São Paulo (SP)

17/01/2020 04h00

O radar que mais gera multas na cidade de São Paulo fica no Túnel Ayrton Senna, aponta o DSV (Departamento de Operação do Sistema Viário), órgão vinculado à SMT (Secretaria Municipal de Mobilidade e Transporte).

Sozinho, o equipamento eletrônico, posicionado a cerca de 450 metros da saída do túnel, é responsável pela emissão de 155.173 infrações - a grande maioria por excesso de velocidade. O número é relativo ao período de janeiro a setembro de 2019. Trata-se do levantamento mais recente.

Esse radar registrou 2% das 7.631.674 autuações aplicadas pelo DSV no mesmo período. Confira as cinco multas mais frequentes na capital.

Do total, 75,5% das multas partiram de radares, enquanto os demais 24,5% correspondem a fiscalizações manuais, informa a Prefeitura.

Os carros de passeio são o tipo de veículo mais multado na cidade (66,2%), seguidos por utilitários (21%), motos (6,9%) e caminhões (4,8%).

Confira abaixo o "top 10" dos radares em volume de multas.

Os 10 radares com maior nº de multas na capital*

1 - Túnel Ayrton Senna
Sentido bairro, a cerca de 450 m da saída do túnel
155.173 multas

2 - Avenida dos Bandeirantes
Sentido Imigrantes, na altura da Avenida Washington Luís
79.399 multas

3 - Marginal Tietê
Pista central, sentido Rodovia Castelo Branco, na altura da Ponte das Bandeiras
57.100 multas

4 - Avenida Jacu Pêssego
Sentido Rodovia Ayrton Senna, a cerca de 250 m da Avenida Sapopemba
53.132 multas

5 - Avenida 23 de Maio
Sentido Aeroporto de Congonhas, a cerca de 200 m da Rua Asdrúbal do Nascimento
48.298 multas

6 - Avenida Santos Dumont
Sentido Centro, na altura da Rua Rodolfo Miranda
46.017 multas

7 - Avenida Alcântara Machado
Sentido Centro, na altura da Rua Placidina
45.723 multas

8 - Avenida das Nações Unidas
Sentido Rodovia Castelo Branco, na altura da Avenida Vitor Manzini
44.711 multas

9 - Avenida do Estado
Sentido Ipiranga, na altura da Rua Dona Ana Neri
42.827 multas

10 - Avenida Salim Farah Maluf
Sentido Vila Prudente, na altura da Rua Florindo Brás
42.163 multas

* Multas do DSV aplicadas no período de janeiro a setembro de 2019

Radares são bem sinalizados, diz secretaria

Segundo a SMT, o uso de radares tem o objetivo de aumentar a segurança nas vias urbanas porque a fiscalização eletrônica "comprovadamente ajuda a garantir o cumprimento das leis de trânsito, inclusive dos limites de velocidade, reduzindo acidentes".

Especificamente em relação ao radar do Túnel Ayrton Senna, a secretaria informa que o equipamento foi o primeiro do tipo na cidade, instalado em julho de 2018. De acordo com o órgão, a partir da sua instalação, até dezembro do mesmo ano, foi registrado só um acidente no trecho fiscalizado - contra dez no mesmo período de 2017.

"A CET (Companhia de Engenharia de Trânsito) diz que a sinalização desse equipamento é adequada e "está de acordo com a Resolução Contran 396/11, englobando sinalização de solo e placas indicando 50 km/h, na aproximação da entrada do túnel, com o objetivo de alertar o motorista para que reduza a velocidade".

Quanto ao segundo colocado no ranking, o radar da Avenida dos Bandeirantes, a SMT afirma que a CET melhorou a sinalização do local, reduzindo o número de infrações.

"Entre janeiro e setembro de 2017, esse equipamento registrou um total de 143.249 autuações. No mesmo período de 2018, foram 102.208, uma queda de 29%. Já nos primeiros nove meses de 2019, o total foi de 79.399, uma redução de 22,3% em relação ao ano anterior".

Por fim, em relação ao terceiro colocado, o radar da Marginal Tietê, a secretaria afirma que o mesmo foi reposicionado antes da curva da alça que dá acesso à Ponte das Bandeiras, além de ter colocado novas placas e dispositivo piscante para chamar a atenção dos motoristas - o que também resultou em queda no número de autuações, diz a SMT.

Menos multas

Segundo a secretaria, a quantidade de multas emitidas pelo DSV tem caído na capital: as 7.631.674 infrações autuações emitidas de janeiro a setembro de 2019 representam redução de 6% em relação a igual período de 2018 (8.117.279).

Ao comparar janeiro a setembro de 2018 com o mesmo intervalo de 2017 (10.291.508 infrações), a queda foi de 21%.

O DSV acrescenta que 78,6% dos veículos que circulam pela cidade não receberam nenhuma multa de janeiro a setembro do ano passado.

O secretário Edson Caram diz que a diminuição se deve a iniciativas como as citadas acima: melhor orientação ao usuário do sistema viário, incremento na sinalização e a retirada de radares móveis e dos radares "pegadinha".

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que foi informado no nono item, o nome correto da rua em questão é Dona Ana Neri, e não Dona Neri. A informação foi corrigida.

Notícias