PUBLICIDADE
Topo

Mais de 50 mil pessoas abandonam cidade na Itália por bomba da II Guerra Mundial

15/12/2019 12h00

Roma, 15 dez 2019 (AFP) - Cerca de 54 mil pessoas tiveram que deixar suas casas neste domingo na cidade italiana de Brindisi (sul), na maior operação desse tipo na Itália desde o final da Segunda Guerra Mundial em 1945, durante uma operação para desarmar uma bomba inglesa que certamente data de 1941, segundo a imprensa .

A bomba, de um metro de comprimento e mais de 200 kg de peso, foi encontrada em 2 de novembro durante a reforma de uma sala de cinema e foi danificada por uma máquina, diz o jornal la Repubblica,

Em um raio de 1,5 km ao redor do local onde a bomba foi encontrada, toda a população teve que deixar suas casas, enquanto num perímetro de 500 metros, o gás foi cortado.

Mais de mil membros das forças de segurança e 250 voluntários da Proteção Civil participaram desta operação, que terminou no meio da tarde (hora local).

A bomba foi desativada por uma equipe do Exército, que irá detoná-la num local isolado na segunda-feira.

Segundo a agência de notícias AGI, esta operação, que afetou mais da metade dos moradores desta cidade de 87 mil habitantes, começou no sábado com a transferência de 217 detidos da prisão local para outras penitenciárias.

ljm/me/pc/mb/lca

Notícias