PUBLICIDADE
Topo

Aquela saída para fumar com o chefe pode render uma promoção

Jeff Green

09/12/2019 16h56

(Bloomberg) -- A pausa para o cigarro entrou para a lista de situações em que os homens poderiam levar vantagem sobre as mulheres no local de trabalho.

Fumantes do sexo masculino que acendem o cigarro para o chefe que também fuma são promovidos mais rapidamente do que aqueles que não compartilham esse hábito, segundo um estudo divulgado na segunda-feira pelo Escritório Nacional de Pesquisa Econômica dos EUA.

Os resultados fazem parte de um estudo mais amplo segundo o qual homens se beneficiam de ter um chefe do sexo masculino, enquanto as mulheres têm aproximadamente a mesma taxa de promoção, independentemente do gênero do chefe.

Os resultados coincidem com pesquisas anteriores segundo as quais funcionários com mentores brancos e homens tendem a se sair melhor do que outros grupos em termos de promoção. Também reforçam um estudo que mostrou que as pessoas tendem a proteger outras que consideram semelhantes, o que beneficia os homens, já que as mulheres representam apenas 25% dos cargos executivos.

Também é semelhante à pesquisa que indicou que os homens se beneficiam de encontros em outros espaços exclusivos para homens, como vestiários de um clube de golfe.

A pesquisa realizada por Zoe Cullen, da Harvard Business School, e por Ricardo Perez-Truglia, da UCLA Anderson School of Management, teve como base dados de uma grande instituição financeira não identificada e estudou o efeito da rotação de diretores, ajustando as diferenças em esforço e produção.

Para contatar o editor responsável por esta notícia: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.net

Notícias