Topo

Carnaval: Marcas criam pochete-cooler, bike fantasiada e guia de bloquinhos

Divulgação
Pochete-cooler da Smirnoff Ice Imagem: Divulgação
do UOL

Renato Pezzotti

Colaboração para o UOL, em São Paulo

2019-03-01T12:42:47

01/03/2019 12h42

Algumas marcas decidiram ir além do patrocínio aos blocos de rua e investiram em ações mais elaboradas neste Carnaval. Entre elas, a Skol, patrocinadora do carnaval de rua de São Paulo, que criou um guia personalizada de bloquinhos, e a Smirnoff Ice, marca da Diaego, que lançou uma "pochete cooler" para a festa.

A iniciativa da Skol foi feita em parceria com o Facebook. O usuário responde algumas perguntas pelo chat da página da marca na rede social. Um assistente virtual cruza os dados com as opções disponíveis na cidade em que a pessoa está e indica os blocos que mais combinam com ela.

"Uma das dificuldades das pessoas sempre foi encontrar o melhor bloco. Pensando nisso, desenvolvemos essa tecnologia para auxiliar o folião a buscar o melhor lugar para curtir a festa sem precisar fazer um longo planejamento", declarou Daniel Feitoza, gerente de Marketing Digital da Skol.

A Smirnoff Ice mesclou o acessório que foi moda nos anos 90 com um cooler, com capacidade para duas latas, além de um pouco de gelo. 

"Smirnoff Ice é um produto que nasceu nos anos 90 e continua em alta até hoje. O carnaval é um período muito importante para a marca e não poderíamos deixar de marcar presença com mais uma inovação", disse João Matos, gerente de Marketing da Diageo do Brasil.

A peça, criada pela agência CP+B, foi lançada em edição limitada. Ela pode ser comprada no e-commerce da companhia, por R$ 60. Também é vendida em algumas lojas do Carrefour Express (nos bairros dos Jardins e Pinheiros, em São Paulo) e em cinco unidades do Super Prix, no Rio de Janeiro (Tijuca, Jacarepaguá, Estácio, Copacabana e Ipanema).

Ações de apps de transporte

A Uber, em parceria com a Skol, montará 25 pontos de encontro para embarque e desembarque, em São Paulo. Cerca de 120 profissionais estarão nas ruas para transportar as pessoas. Cerca de 20 milhões de latas de Skol, distribuídas em São Paulo e Belo Horizonte, contarão com a mensagem "Se beber, vá de Uber".

"Nosso plano para esse ano é melhorar a experiência das pessoas em locais com grande fluxo. Em parceria com a Prefeitura de São Paulo, vamos colocar nossa tecnologia à disposição para que os paulistas e visitantes curtam a festa de maneira prática", afirmou Fabio Plein, gerente geral da Uber para São Paulo.

A Cabify dará descontos de 20% em até cinco corridas para novos usuários, limitado a R$ 10 por viagem, até 31 de março. A promoção é válida para corridas solicitadas em Belo Horizonte (MG), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP). Para utilizar o desconto, é necessário inserir o código TODOCARNAVAL na aba de "promoções" do aplicativo.

Carro e bikes fantasiados

Dentro da ação "#CabifyTeLeva", o aplicativo de mobilidade ainda preparou uma surpresa para os cariocas: quem chamar um veículo pode receber um carro alegórico de verdade, customizado em parceria com o carnavalesco João Boni. O carro circulará pela cidade até quarta-feira (6).

Divulgação
Bicicletas da Yellow prontas para o Carnaval, em parceria com Trident Imagem: Divulgação

Bicicletas da Yellow em São Paulo também estarão prontas para a folia. Com patrocínio da Trident, 50 bicicletas serão fantasiadas de animais como elefantes, unicórnios, leões, flamingos e cobras. Poderão ser usadas gratuitamente, por 30 minutos, entre sábado (2) e terça-feira (5). A ação foi idealizada pela Fishfire e tem criação da agência F/Nazca Saatchi & Saatchi.

Vale o investimento?

Em cinco anos, mais que dobrou o número de blocos de carnaval em São Paulo: passou de cerca de 200, em 2014, para mais de 520, neste ano, com expectativa de atingir um público de 5 milhões de pessoas. Parte desses blocos conta com patrocinadores, que viabilizam parte da logística, como trio elétrico, músicos e segurança.

Segundo uma pesquisa da empresa Toluna, essas parcerias fazem muito bem para os anunciantes: 67% dos entrevistados disseram que se lembram de terem visto marcas patrocinando os blocos de rua de que participaram.

O levantamento, feito com mais de 800 pessoas das classes A, B e C, apontou que 63% dos entrevistados afirmaram que as marcas melhoram a estrutura da festa. Para 68% dos respondentes, as marcas ficam mais próximas do público com tais iniciativas.

Mais Notícias