Topo

Vídeo pode ajudar polícia a desvendar queda de helicóptero com Boechat

Do BOL, em São Paulo

12/02/2019 15h46

O acidente que matou o jornalista Ricardo Boechat, 66, nesta segunda (11), foi registrado por câmeras de segurança da concessionária CCR. A Polícia Civil informou que vai analisar as imagens para tentar desvendar o acidente, informa reportagem da Folha de S.Paulo.

De acordo com o delegado que está conduzindo a investigação, Luís Roberto Hellmeister, da 46ª Delegacia de Polícia, as imagens serão enviadas pela concessionária hoje, mas os oficiais já puderam conferir o conteúdo.

Hellmeister descartou a hipótese de queda livre. Segundo ele, as imagens mostram que o piloto tentou realizar um pouso de emergência, já que seguiu uma linha reta antes de cair. "Se não houvesse um caminhão ali, talvez fosse possível ter feito um pouso forçado", explica o delegado.

O helicóptero em que Boechat estava caiu em um trecho do Rodoanel que dá acesso à rodovia Anhanguera, na zona oeste da cidade de São Paulo, e colidiu com um caminhão. O outro ocupante da aeronave era o piloto Ronaldo Quattrucci, 56, que também morreu no acidente.

Adeus a Boechat

O corpo do jornalista Ricardo Boechat começou a ser velado na noite de segunda-feira (11). Além da família e de amigos, compareceram personalidades como o colunista José Simão, os apresentadores Eduardo Barão, Ana Paula Padrão e Serginho Groisman, além de autoridades como o governador de São Paulo, João Doria, e o prefeito de São Paulo, Bruno Covas.

Nesta terça-feira (12), após o velório, o corpo de Boechat segue para cremação em cerimônia reservada à família.

(Com informações da Folha de S.Paulo)

Para receber notícias do Brasil e do mundo, acesse o Messenger do BOL, digite "Notícias" e clique em "Sim". É simples e grátis!

Mais Notícias