PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Estilo futurista de pôster do GP da Itália gera controvérsia

06/08/2020 13h34

MILÃO, 6 AGO (ANSA) - O pôster do Grande Prêmio da Itália de Fórmula 1, em Monza, foi divulgado nesta quarta-feira (5) e causou controvérsia por seu estilo futurista, que foi julgado por diversas pessoas como fascista.   


O pôster consiste em um carro vermelho de Fórmula 1 correndo em uma pista e no fundo a Villa Reale, com os aviões da Frecce Tricolori passando pelo céu. No entanto, o estilo futurista da arte causou polêmica.   


"A Frecce Tricolori sobrevoando a Villa Reale, o vermelho que ilumina a paixão no coração de milhões de fãs, as curvas inconfundíveis de nossa pista histórica: nesta imagem está Monza, está a Itália, estamos aqui", escreveu os organizadores da prova nas redes sociais.   


O ex-governador da província de Monza e Brianza Roberto Invernizzi, do Partido Democrático (PD), de centro-esquerda, comentou a publicação relembrando um lema muito usado pelos fascistas. "Para quem o Grande Prêmio? Para nós", escreveu.   


Já o vereador Andrea Monti, do partido de extrema-direita Liga, afirmou negou que o pôster possui uma conotação fascista.   


"Parabéns aos criadores. A referência ao movimento futurista está certa. Em um momento como o que estamos vivendo, é essencial redescobrir os elogios à velocidade que no início do século passado deu impulso ao mundo e a toda a humanidade.   


Espero que seja também um bom presságio para o rápido reinício de nossa economia após a enorme tragédia. Mas, alguém achou por bem construir uma ridícula controvérsia ligada à apologia ao fascismo", declarou Monti.   


O político Max Bastoni, também da Liga, afirmou que o pôster é uma "respeitosa referência à pátria" em tempos que a "rejeição mórbida da identidade parece prevalecer".   


O GP da Itália de F1 será disputado entre os dias 4 e 6 de setembro no autódromo de Monza. (ANSA).   


Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Notícias