PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Migrantes trans cruzarão para os EUA a fim de solicitar asilo

11/05/2021 01h47

Ciudad Juárez (México), 10 mai (EFE).- Um último grupo de migrantes trans cruzará para os Estados Unidos na próxima quarta-feira com o objetivo de solicitar asilo, depois de ter passado vários meses retido em Ciudad Juárez, no estado de Chihuahua, no norte do México.

Um primeiro grupo de oito mulheres, das cerca de 50 que estavam alojadas no abrigo Casa de Colores, criado por elas mesmas em um antigo hotel abandonado, atravessou Ciudad Juárez na primeira semana de maio.

Outro grupo atravessou por Tijuana e um último e pequeno grupo de seis mulheres cruzará na quarta-feira a fim de acertar sua situação de imigração nos EUA e realizar o "sonho americano".

A maioria é da América Central e fugiu de seus países devido à transfobia local.

O advogado de imigração Jeremy Anderson, de El Paso (Texas), disse à Agência Efe que os migrantes buscariam asilo por meio de um regime de imigração.

Esta é uma autorização temporária de permanência nos Estados Unidos concedida por razões humanitárias ou de benefício público significativo. Ela é alcançada quando demonstram as razões pelas quais estão fugindo de seu país, porque existe um medo crível da segurança em seu local de origem.

No dia 19 de fevereiro, o presidente dos EUA, Joe Biden, retomou o processamento de 25 mil requerentes de asilo que retornaram ao México sob o Protocolo de Proteção ao Migrante (MPP, na sigla em inglês), conhecido como "Permanecer no México", estabelecido pelo antecessor Donald Trump.

Mais de 10 mil migrantes que faziam parte do programa e estavam no México há meses já foram atendidos pelas autoridades do país vizinho e aguardam sua resolução final.

A ação é realizada com o apoio da Organização Internacional para as Migrações (OIM), do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), da Agência das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) e do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV).

Notícias