PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
15 dias

RJ: Polícia prende casal por manter jovem em situação análoga à escravidão

Depois de 21 anos, Polícia Civil do RJ prende casal que submeteu adolescente a situação análoga à escravidão - Mario Tama/Getty Images/AFP
Depois de 21 anos, Polícia Civil do RJ prende casal que submeteu adolescente a situação análoga à escravidão Imagem: Mario Tama/Getty Images/AFP
do UOL

Do UOL, em São Paulo

19/04/2021 15h50

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu na quinta-feira (15) um casal que, entre 1989 e 2000, submeteu uma adolescente a condições análogas à escravidão. O crime, descoberto 21 anos depois, foi investigado após denúncia anônima.

Órfã de pai e de mãe, a menina foi levada de São Mateus, cidade no interior do Espírito Santo, até São Gonçalo para trabalhar como empregada doméstica aos 13 anos. Durante 11 anos, a vítima sofreu humilhações, sendo agredida física e verbalmente, além de ser submetida a trabalhos forçados, cumprindo uma jornada exaustiva e sem folgas.

A vítima também nunca recebeu salário e não a deixavam frequentar a escola. Ainda segundo a Polícia Civil, a menina era proibida de assistir televisão, de sair de casa sozinha e de fazer contato com os irmãos. O único documento dela era uma Certidão de Nascimento.

Aos 25 anos, após ser agredida pelo casal, a menina conseguiu fugir para a casa de um vizinho. De lá, conseguiu voltar para o Espírito Santo. A investigação é da 72ª DP com apoio do Ministério Público.

O homem e a mulher foram condenados a seis anos de prisão, cada. Eles foram localizados em uma casa no bairro Boa Vista, em São Gonçalo. A Polícia Civil ainda informou que havia mandatos de prisão pendentes contra os dois.

Notícias