PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Mianmar sofre apagão elétrico em meio a protestos contra golpe militar

Mianmar sofre apagão elétrico em meio a protestos contra golpe militar - Ye Aung Thu/AFP
Mianmar sofre apagão elétrico em meio a protestos contra golpe militar Imagem: Ye Aung Thu/AFP

05/03/2021 16h12

Várias cidades de Mianmar sofreram um apagão elétrico por várias horas nesta sexta-feira devido a uma aparente falha do sistema, em meio a um novo dia de protestos contra o golpe em que um manifestante foi morto por tiros da polícia.

O blecaute, que começou por volta das 13h (hora local) e durou cerca de três horas, afetou Rangum, a maior cidade do país, e outras cidades de Mianmar, confirmaram vários moradores locais à Agência Efe.

A empresa fornecedora de energia elétrica de Rangum negou que tenha sido uma interrupção intencional, culpando uma "falha do sistema".

A junta militar vem cortando o acesso à Internet todas as noites há semanas como parte das medidas repressivas contra a população, que lançaram um movimento de desobediência civil contra os militares que tomaram o poder por meio de um golpe de Estado no início de fevereiro.

Dias depois do golpe, durante o qual parte do governo eleito de Aung San Suu Kyi foi preso, a junta militar cortou o acesso a redes sociais como Facebook e Twitter para evitar que os cidadãos se organizassem para protestar.

Hoje, apesar de mais um dia da violenta repressão policial, manifestantes em várias cidades do país voltaram às ruas.

Em uma dessas manifestações, um homem de 27 anos foi morto após ser baleado por um policial.

A vítima, identificada como Zaw Myo, morreu com um tiro no pescoço enquanto agitava uma bandeira durante um protesto de engenheiros em Mandalay, segunda maior cidade do país, confirmou uma testemunha à Efe.

Notícias