PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Ministério da Saúde confirma caso de reinfecção por variante amazônica

O caso, agora confirmado pela pasta, havia sido identificado primeiramente pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) - iStock
O caso, agora confirmado pela pasta, havia sido identificado primeiramente pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) Imagem: iStock
do UOL

Do UOL, em São Paulo

15/01/2021 10h37

O Ministério da Saúde confirmou hoje uma reinfecção pela nova cepa do novo coronavírus, que possui origem no Estado do Amazonas. O caso havia sido identificado primeiramente pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz).

O caso confirmado pela Saúde é de uma mulher de 29 anos que havia sido diagnosticada com a covid-19 pela segunda vez no fim do ano passado; o primeiro diagnóstico havia sido dado em março.

Na última terça-feira (12), pesquisadores da Fiocruz disseram que a nova variante com origem no Amazonas provavelmente seria a responsável pelo aumento no número de casos da doença no estado.

"A gente precisa suspeitar que essa variante seja também mais transmissível porque ela já carreia mutações que foram encontradas em outras variantes e que já foram associadas com maior transmissibilidade", afirmou Felipe Naveca, virologista e pesquisador da Fiocruz, à Reuters.

A nova variante de origem amazônica foi detectada pela primeira vez no último domingo (10) pelo Ministério da Saúde do Japão, que a identificou em quatro pessoas que chegaram do AM ao país asiático.

Dos quatro viajantes, um homem na faixa dos 40 anos de idade apresentou problemas respiratórios, uma mulher de cerca de 30 anos relatou dores de cabeça e garganta e um adolescente teve febre. A outra infectada, uma adolescente, não apresentou sintomas.

Segundo o Ministério da Saúde brasileiro, informações sobre o caso, "como parte da rotina da vigilância epidemiológica", foram compartilhadas com a Opas (Organização Pan-Americana da Saúde) e com o Cievs (Centro de Informações Estratégicas e Resposta em Vigilância em Saúde).

Notícias