PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Setor de petróleo acelera cortes de empregos nos EUA

David Wethe

10/08/2020 07h12

(Bloomberg) -- Cortes de empregos no setor petroleiro se aceleraram em julho nos Estados Unidos, e as perspectivas podem piorar à medida que novos casos de Covid-19 encolhem a atividade econômica, de acordo com a Associação de Serviços e Equipamentos de Petróleo.

Nos EUA, o setor de serviços de campos petrolíferos eliminou 9.344 empregos no mês passado, um aumento de 43% em relação aos cortes de junho, disse a associação financiada pelo segmento em relatório divulgado na segunda-feira. Com o resultado, o total de demissões na indústria desde o início da pandemia soma 99.253.

Texas, Luisiana, Oklahoma, Colorado e Novo México foram as regiões mais atingidas pelos cortes de empregos em campos petrolíferos, de acordo com o relatório, que analisou dados do Departamento de Estatística do Trabalho dos EUA com a ajuda da Hobby School of Public Affairs, da Universidade de Houston. O nível de emprego em campos petrolíferos dos EUA é o mais baixo desde março de 2017.

"Analistas da indústria preveem mais demissões devido à continuidade da pandemia e porque empregos mantidos por medidas de emergência, como o Programa de Proteção a Folhas de Pagamento, estão ameaçados pela inação do Congresso", disse o relatório. "Além disso, o aumento das taxas de infecção pode deprimir a atividade econômica à medida que comunidades retomam as quarentenas."

©2020 Bloomberg L.P.

Notícias