PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Forças usam gás lacrimogêneo contra manifestantes antigovernamentais em Beirute

06/08/2020 20h56

Beirute, 6 Ago 2020 (AFP) - As forças de segurança libanesas usaram gás lacrimogêneo nesta quinta-feira (6) para dispersar dezenas de manifestantes enfurecidos pela explosão de terça no porto de Beirute, que se tornou um símbolo da incompetência e corrupção das autoridades.

Os manifestantes destruíram lojas e jogaram pedras na polícia no bairro do parlamento, segundo a Agência Nacional de Informações.

A polícia reagiu e vários manifestantes ficaram feridos, de acordo com a agência.

Esses incidentes foram registrados às vésperas de uma grande manifestação antigovernamental, programada para sábado no país imerso em uma crise econômica sem precedentes.

A enorme explosão de terça-feira foi causada por um incêndio em um armazém no porto de Beirute, onde 2.700 toneladas de nitrato de amônio estavam armazenadas por seis anos.

A catástrofe deixou pelo menos 149 mortes, 5.000 feridos e dezenas de desaparecidos, além de deixar centenas de milhares de pessoas desabrigadas.

As autoridades libanesas dizem que o armazém explodiu após um incêndio.

As autoridades portuárias, alfandegárias e alguns serviços de segurança estavam cientes de que produtos químicos perigosos estavam armazenados lá. Eles se culpam mutuamente pela tragédia.

bur-ho/dth/roc/erl/rsr/jc

Notícias