PUBLICIDADE
Topo

Merkel agradece alemães que cumpriram orientações e isolamento deve continuar até pelo menos 20 de abril

28/03/2020 15h55

FRANKFURT (Reuters) - Os alemães têm, no geral, cumprido as orientações para evitar a disseminação do coronavírus, afirmou a chanceler, Angela Merkel, neste sábado, com os casos do país continuando a crescer e seu chefe de gabinete afirmando que a quarentena não será afrouxada antes de 20 de abril.

“Quando vejo que quase todo mundo completamente modificou seu comportamento, como a grande maioria de vocês realmente evitou contato desnecessário, precisamente porque pode também conter o risco de infecção, quero simplesmente dizer: obrigado, obrigado do fundo do meu coração”, afirmou Merkel, em seu podcast semanal.

O número de casos confirmados de coronavírus na Alemanha subiu para 48.582 - crescimento de 6.294 em relação ao dia anterior - e 325 pessoas morreram pela doença, estatísticas do Instituto Robert Koch de doenças infecciosas mostraram neste sábado.

A Alemanha fechou escolas, lojas, restaurantes, parques e instalações esportivas, e muitas empresas pararam a produção para ajudar a diminuir o ritmo da disseminação.

Para mitigar os efeitos econômicos do isolamento, a Alemanha fechou um pacote de estímulo de 750 bilhões de euros e introduziu medidas que envolvem flexibilizar regras de insolvência e uma moratória em pagamentos de aluguéis sob certas circunstâncias.

(Reportagem de Arno Schuetze)

Notícias