Topo

Busca mais recente do avião de Amelia Earhart termina sem resultados

AFP
Imagem: AFP

Da AFP, em Washington (EUA)

15/10/2019 20h18

O mistério continua. A mais recente busca dos restos do avião de Amelia Earhart, a famosa aviadora americana que desapareceu sobre o Pacífico em 1937, terminou sem resultados.

O jornal The New York Times noticiou nesta terça-feira (15) que uma ampla busca realizada por uma equipe liderada por Robert Ballard, descobridor de restos do Titanic, não encontrou evidência alguma da aeronave de Earhart.

O canal National Geographic, que patrocinou a expedição, emitirá no domingo um documentário sobre a busca.

Earhart desapareceu durante um voo pioneiro ao redor do mundo com o piloto Fred Noonan.

Seu desaparecimento é um dos maiores mistérios da história da aviação, fascinando historiadores durante décadas e dando origem a livros, filmes e teorias em abundância.

A crença predominante é que Earhart, de 39 anos, e Noonan, de 44, ficaram sem combustível e pousaram seu bimotor Lockheed Electra no Pacífico, perto da remota ilha Howland, quando estavam em uma das últimas etapas da viagem.

Uma das teorias mais populares é que Earhart e Noonan caíram na ilha desabitada de Gardner, hoje conhecida como Nikumaroro, parte da República de Kiribati, onde ela sobreviveu por pouco tempo.

O Times disse que Ballard e sua equipe realizaram uma busca de duas semanas em volta de Nikumaroro em agosto, utilizando o navio de pesquisa de última geração Nautilus, submarinos e drones.

Apesar de não ter encontrado nenhuma peça do Lockheed Electra de Earhart, Ballard disse ao jornal que confia em que eventualmente encontrará.

"Esse avião existe (...) e vai ser encontrado", disse Ballard. "Não vou me render", afirmou.

Earhart, que ganhou fama em 1932 como a primeira mulher a voar sozinha sobre o Atlântico, decolou em 20 de maio de 1937 de Oakland, Califórnia, com a esperança de se tornar a primeira mulher a voar ao redor do mundo.

Ela e Noonan desapareceram em 2 de julho de 1937, depois de decolar de Lae, na Papua-Nova Guiné.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Notícias