Topo

Bandeira das FSD é hasteada em Al Baguz, substituindo a do Estado Islâmico

2019-03-23T06:34:00

23/03/2019 06h34

Damasco, 23 mar (EFE).- A bandeira amarela das Forças Democráticas Sírias (FSD), aliança armada liderada por curdos, foi colocada nos edifícios da cidade de Al Baguz, na Síria, após a preta dos jihadistas do Estado Islâmico (EI) ter sido retirada.

Uma grande bandeira das FSD foi hasteada sobre um dos prédios da cidade, que foi conquistada neste sábado, enquanto os soldados curdos e árabes celebravam a vitória, de acordo com imagens divulgadas pela agência curda "ANHA".

O comandante da ofensiva das FSD contra o EI, Ciya Firat, parabenizou seus combatentes, incluindo aos árabes, curdos e sírios, pela histórica "vitória".

As FSD anunciaram hoje a derrota territorial do califado autoproclamado pelo EI em junho de 2014.

"As Forças Democráticas Sírias declaram a total eliminação do califado autoproclamado e a derrota territorial do Estado Islâmico. Neste dia único, lembramos os milhares de mártires cujos esforços fizeram possível esta vitória", escreveu o porta-voz das FSD, Mustafa Bali, em sua conta do Twitter.

O anúncio das FSD aconteceu horas depois que a Casa Branca proclamasse a vitória contra o EI, embora ainda continuassem os combates em Al Baguz, última cidade que era controlada pelos jihadistas, localizada a poucos quilômetros da fronteira com o Iraque.

As FSD expulsaram o EI da maioria do nordeste da Síria, incluindo Al Raqqa, a capital de fato do "califado", que foi conquistada em outubro de 2017 após quatro meses de combates.

A campanha militar do FSD foi retomada em setembro de 2018 e se desenvolveu lentamente, especialmente no último mês, devido à presença de milhares de civis em Al Baguz.

Apesar da queda, o EI ainda tem presença "residual" em várias regiões do Iraque e em zonas do deserto da Síria, segundo um mapa divulgado nesta semana pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, elaborado por uma agência de inteligência americana. EFE

Mais Notícias