PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Carpinteiro rifa Uno para pagar contas e recebe carro de volta

Arquivo Pessoal
Imagem: Arquivo Pessoal
do UOL

Colaboração para o UOL

27/07/2021 04h00

Entre escolher o carro e pagar as contas, Neri Gonçalves ficou com a segunda opção. E a primeira veio de brinde em um sorteio do próprio veículo.

O carpinteiro precisou rifar o Uno 1996 comprado há 4 anos. O bilhete premiado saiu para uma pessoa que ficou sabendo das condições financeiras de Neri e não só devolveu o carango, como também deu uma ajeitada nele.

Neri e o radialista Rafael Caetano moram em Fraiburgo, a 355km de Florianópolis. A cidade é pequena, tem 36 mil habitantes, mas os dois não se conheciam.

O Uno sempre foi de grande utilidade para o carpinteiro de 66 anos visto ser o único meio de transporte para os trabalhos, já que mora na zona rural do município.

Ao ver a situação financeira apertar e precisando pagar contas e um tratamento de saúde, a saída foi vender cupons para sortear o Uno. "Minha esposa e a nora tiveram a ideia de fazer a rifa a R$ 10 o número", declarou ao UOL Carros.

Fiat Uno rifado e devolvido para carpinteiro - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Imagem: Arquivo Pessoal

Foram oferecidos 600 bilhetes, vendidos durante aproximadamente dois meses. Quando faltavam sete cupons para finalmente fazer o sorteio, Rafael resolveu comprar todos. "O filho dele me mandou mensagem perguntando se eu não ficaria com esses sete números pra arrematar pra gente poder fazer o sorteio à tarde, e eu acabei ficando com esses sete números que faltavam".

O anúncio do vencedor aconteceu, ao vivo, no programa de rádio que Rafael comanda, nas tardes de segunda a sexta. E o próprio radialista ganhou a rifa.

Ele, então, resolveu reformar o veículo antes de devolver o carro a Neri, sem que o carpinteiro soubesse. Trocou itens básicos, como óleo e filtros.

No dia em que foi entregar o Uno de volta, sem imaginar a surpresa que estava por vir, Neri foi questionado por Rafael do recibo de transferência. Era tudo uma brincadeira.

O carpinteiro disse que precisaria ir ao cartório fazer o documento, e estranhou a reação de Rafael. "Ele me enrolou, disse que tinha vendido. Mas aí depois falou 'o carro é seu'. Eu fiquei sem chão. Deus abençoe esse menino".

O radialista contou ao UOL Carros como foi esse momento. "Ele não acreditava. Ele ficou muito feliz".

A repercussão na cidade foi grande, e o comunicador diz ter até se assustado um pouco com os desdobramentos porque sempre procura ajudar as pessoas por meio do programa de rádio, com rifas e doações.

Mas em nenhuma outra oportunidade uma ação semelhante foi tão comentada. "Ajudar é uma coisa comum para mim. O pessoal sempre me parabeniza, muita gente se emocionou. Pra mim também foi um momento muito emocionante".

Não bastasse entregar o Uno com a mecânica revisada, o radialista prometeu ajudar mais um pouco para o carro continuar sendo o sustento da família de Neri. "Ainda vão ser feitas mais algumas melhorias".

Notícias