PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
15 dias

China sobrevoa área de defesa de Taiwan após advertência dos EUA

12/04/2021 15h54

PEQUIM, 13 ABR (ANSA) - O Ministério da Defesa de Taiwan anunciou nesta segunda-feira (12) que 25 aeronaves militares chinesas entraram na zona de identificação de defesa aérea da ilha, apesar da advertência feita pelos Estados Unidos para Pequim cessar sua atividade "cada vez mais agressiva" na região.   

Segundo o governo de Taiwan, esta é a maior incursão registrada até o momento e ocorre depois que o secretário de Estado americano, Antony Blinken, expressou preocupação dos EUA com as ações da China, afirmando que seria um "grave erro" alguém tentar mudar à força o status quo no Pacífico Ocidental.   

Ao todo, 25 aeronaves da Força Aérea da China entraram na área, incluindo 18 caças e quatro bombardeiros com capacidade nuclear.   

Taiwan vive sob constante ameaça de invasão da China, que prometeu tomar posse da ilha algum dia, à força se necessário.   

A operação ocorre no momento que o Departamento de Estado dos EUA emitiu novas diretrizes na última sexta-feira (9) que permitirão que as autoridades americanas se encontrem mais livremente com os representantes de Taiwan, aprofundando ainda mais os laços com Taipei, considerada pela China como parte integrante de seu território.   

Nos últimos meses, Taiwan tem se queixado das repetidas missões feitas por Pequim em seu espaço aéreo, principalmente concentradas na parte sudoeste, perto das ilhas Pratas. A tensão aumentou, inclusive, desde 2016, quando Tsai Ing-wen, que recusa a ideia de que a ilha seja parte de "uma só China", venceu a eleição presidencial. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Notícias