PUBLICIDADE
Topo

Imposto de renda

Imposto de Renda 2020: 910.996 declarações caíram na malha fina

Omissão de rendimentos sujeitos ao ajuste anual foi o maior motivo da retenção de declarações - Marcello Casal JrAgência Brasil
Omissão de rendimentos sujeitos ao ajuste anual foi o maior motivo da retenção de declarações Imagem: Marcello Casal JrAgência Brasil
do UOL

Do UOL, em São Paulo

30/09/2020 10h51

A Receita Federal informou hoje que 910.996 declarações do IRPF (Imposto de Renda de Pessoa Física) caíram na malha fina. Hoje foi pago o quinto e último lote de restituição do imposto.

Entre março e setembro deste ano, a Receita Federal recebeu 33.288.672 declarações do IRPF, ano-base 2019. As declarações que caíram na malha fina representam 2,74% do total de documentos entregues.

Ao todo, são 693.981 declarações com Imposto a Restituir, representando 76% do total; 192.126 declarações (ou 21% do total) com Imposto a Pagar, e 24.889, com saldo zero, representando 3%, do total.

Entre os principais motivos para a retenção das declarações estão omissão de rendimentos sujeitos ao ajuste anual (46%); deduções da base de cálculo (26%) e divergências no valor de IRRF entre o que consta em Dirf e o que foi declarado pela pessoa física (21%).

Já os outros 7% são motivados por deduções do imposto devido, recebimento de rendimentos acumulados, e divergência de informação sobre pagamento de carnê-leão e/ou imposto complementar.

Imposto de renda