PUBLICIDADE
Topo

Minas Gerais quadruplica número de casos positivos de coronavírus em um mês

Praça da Liberdade, em Belo Horizonte, vazia durante a pandemia de coronavírus  - Pedro Vilela/Getty Images
Praça da Liberdade, em Belo Horizonte, vazia durante a pandemia de coronavírus Imagem: Pedro Vilela/Getty Images
do UOL

Do UOL, em São Paulo

10/07/2020 10h55

O boletim oficial de coronavírus do governo de Minas Gerais mostrou que, em apenas um mês, o estado quadruplicou o número de pessoas contaminadas com a covid-19.

Hoje, o balanço disponibilizado pelas autoridades indica que 70.086 pessoas já testaram positivo para a doença desde o início da pandemia. No dia 10 de junho, este índice era de 17.501.

O número de mortes também cresceu exponencialmente neste período, mas não chegou a quadruplicar: há um mês, eram 409 óbitos, e hoje, o número é de 1.504.

O governo local acredita que Minas ainda não alcançou o pico da pandemia, e que isto deve acontecer ainda no mês de julho - mais precisamente no dia 15.

Perfil epidemiológico

Entre os casos de pessoas que não vieram a óbito, ainda de acordo com o balanço estadual, homens são mais atingidos do que mulheres - 54% dos infectados são do sexo masculino. A idade média de infecção neste sentido é de 43 anos.

A porcentagem entre os gêneros é bastante parecida entre os casos que acabaram em mortes (56% do sexo masculino contra 44% do sexo feminino). Há uma grande diferença, no entanto, na idade média dos óbitos confirmados: 69 anos.

Notícias