PUBLICIDADE
Topo

Otimismo sobre Brasil e relações China-EUA levam Bolsa a novo recorde

Ibovespa subiu 1,16%, a 117.203,20 pontos – novo recorde de fechamento e perto da máxima da sessão, de 117.219,91 pontos - Cris Fraga/Estadão Conteúdo
Ibovespa subiu 1,16%, a 117.203,20 pontos – novo recorde de fechamento e perto da máxima da sessão, de 117.219,91 pontos Imagem: Cris Fraga/Estadão Conteúdo

Paula Arend Laier

26/12/2019 18h31

SÃO PAULO (Reuters) - Novas máximas marcaram a bolsa paulista nesta quinta-feira, na volta do Natal, com o Ibovespa superando os 117 mil pontos, em meio a perspectivas positivas para a economia brasileira em 2020 e expectativas de avanço nas relações comerciais China-EUA.

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa subiu 1,16%, a 117.203,20 pontos - novo recorde de fechamento e perto da máxima da sessão, de 117.219,91 pontos.

O volume financeiro totalizou 16,1 bilhões de reais, abaixo da média do mês, com muitos investidores já de fora do mercado dada a proximidade do encerramento do ano, que também tende a desestimular novas posições, principalmente após o Ibovespa acumular alta de mais de 30% em 2019.

De acordo com a equipe da Elite Investimentos, há um otimismo com a economia brasileira e pela melhora da conjuntura global com o acordo da fase 1 entre a China e os Estados Unidos.

Para analistas da Guide Investimentos, na falta de novidades e em um cenário de liquidez reduzida, investidores passam a voltar a suas atenções para 2020, que deve começar apoiado nas perspectivas positivas sobre a relação comercial China e EUA e manutenção da postura mais acomodatícia pelos BCs globais.

A XP Investimentos também destacou em relatório que o horizonte está limpo e aberto para o próximo ano. "Os preparos necessários já foram feitos e, agora, estamos na cabeceira da pista, prontos para decolar. Esse é o Brasil de 2020."

Destaques

  • Qualicorp fechou em alta de 4,73%, para a máxima histórica de 38,12 reais, ampliando a lideranças entre os maiores ganhos do Ibovespa em 2019, com a alta no ano superando 250%. Os papéis ganharam fôlego principalmente após o grupo hospitalar Rede D'Or São Luiz fechar acordo para comprar cerca de 10% das ações da Qualicorp em agosto;
  • Multiplan subiu 3,42%, em sessão de alta de empresas de shopping centers, após a associação Alshop reportar crescimento de 9,5% nas vendas para o Natal deste ano ante 2018;
  • Via Varejo avançou 1,11%, também renovando máximas, caminhando para fechar o ano com valorização de mais de 170%, na esteira de apostas em um 'turnaround' da empresa após mudança no comando em meados de 2019, bem como expectativas de melhora da economia do país.

Notícias