Topo

Restaurantes usam robô para pesar pratos e dar boas-vindas aos clientes

Divulgação
Imagem: Divulgação
do UOL

Lucas Gabriel Marins

Colaboração para o UOL, em Curitiba

20/10/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Restaurantes self-service usam equipamento para pesar comida e emitir recibos
  • Aparelho libera funcionários para outras funções, como reposição de comida e bebidas
  • Robô vira atração no interior do RS, e pessoas vão ao restaurante só para vê-lo
  • Em outro restaurante, a fila do bufê aumentou a velocidade em 30%

Não é ficção. Alguns restaurantes self-service começaram a usar pequenos robôs que pesam pratos, emitem recibos com o valor da compra e até dão "boas-vindas" aos clientes.

O equipamento, chamado Jimi Robô, foi desenvolvido no começo de 2018 pela startup Mogô Sistemas, de Pato Branco (PR). Custa R$ 4.100.

O restaurante Buon Mangiare, em Erechim (RS), adquiriu o pequeno robô em maio deste ano. O estabelecimento Sushi Kata, em Dois Vizinhos (PR), comprou um em meados do ano passado.

Robô vira atração na cidade

Michele Grolli Zarbielli, 39, dona do restaurante gaúcho, colocou o equipamento próximo ao bufê. Ele é conectado a uma balança e ao sistema de gestão do estabelecimento. Quando um cliente pesa o prato, o robô emite a nota com o valor final. Os valores são previamente inseridos no sistema.

"Antes, uma colaboradora da cozinha tinha que ir ao bufê para pesar. Agora, o robô faz isso sozinho, e ela se ocupa de outras funções, como reposição de comida e bebidas", disse Michele.

A empresária falou também que o robô virou atração na cidade, que tem pouco mais de 100 mil habitantes. De acordo com ela, pessoas vão até o estabelecimento só para ver a novidade.

Velocidade das filas aumentou 30%

Francisco Acordi, 55, dono do Sushi Kata, diz que, com o equipamento, a fila do bufê ficou 30% mais rápida.

O estabelecimento serve comida japonesa e abre somente para o jantar. A ideia do empresário é começar a servir almoço em 2020. O robô será um dos funcionários. "Os restaurantes estão passando por um momento delicado e precisam fazer economia."

Soma total de vendas do dia

O robô, desenvolvido no começo de 2018, tem 38 cm de altura, 20 cm de largura e pesa 1,5 kg, segundo o diretor de desenvolvimento da Mogô Sistemas, Andre Neckel. "Além de pesar e emitir nota, ele verifica o valor total de vendas no dia, a quantidade de quilos servidos, o número de refeições, o custo e o lucro líquido", afirmou.

Além do robô, a startup também vende softwares para restaurantes, pizzarias, bares e outros estabelecimentos. Faturamento e lucro não foram revelados.

Onde encontrar:

Mogô - https://robo.mogo.com.br

Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.
Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.
Mais podcasts do UOL em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas.

Made In Brazil: Iubi, o robozinho cuidador

UOL Tilt

Notícias