Topo

Mais de 4 mil crianças foram vacinadas no dia D contra o sarampo em SP

Getty Images
Imagem: Getty Images
do UOL

Do UOL, em São Paulo*

19/10/2019 17h18

Mais de 4 mil crianças de 6 meses a 5 anos de idade foram imunizadas contra o sarampo hoje, na cidade de São Paulo, como parte do Dia D de vacinação contra a doença. Essa faixa etária é considerada a mais vulnerável para apresentar complicações devido ao sarampo.

O Dia D de vacinação contra o sarampo faz parte de uma mobilização nacional para estimular pessoas a se imunizar contra o vírus, cujos casos vêm crescendo no país nos últimos meses.

Segundo a prefeitura de São Paulo, até as 14h de hoje, 4.171 crianças dessa faixa etária receberam uma dose da tríplice viral (vacina que imuniza contra sarampo, caxumba e rubéola).

Considerando o período de 7 de outubro, quando começou a primeira fase da campanha nacional de vacinação contra o sarampo, até as 14h de hoje, 13.944 crianças receberam a vacina na cidade de São Paulo.

A prefeitura não informou se havia uma meta de vacinação para o dia de hoje. Em todo o estado, a meta é vacinar 2,2 milhões de crianças até o dia 25 de outubro.

Mobilização nacional

A mobilização nacional de hoje, com foco em crianças de 6 meses até 5 anos, se estenderá até 25 de outubro.

Programada para 18 a 30 de novembro, a segunda etapa terá foco em pessoas de 20 a 29 anos. Essa faixa abarca a maioria do número de casos confirmados da doença, com 1.694, embora com incidência menor (13,2 casos a cada 100 mil habitantes), por causa da quantidade de brasileiros com essas idades.

O intuito é vacinar 39 milhões de pessoas ao longo da campanha nacional, cerca de 20% dos brasileiros. Foram disponibilizadas neste ano 60,2 milhões de doses da tríplice viral, que imuniza contra sarampo, caxumba e rubéola. Para o próximo ano, o Ministério anunciou a aquisição de mais 65,2 milhões de doses. O público-alvo será ampliado, abrangendo também as faixas de 50 a 59 anos.

Casos

Segundo o último boletim epidemiológico do Ministério da Saúde sobre sarampo, de janeiro até outubro deste ano já haviam sido confirmados 6.640 casos e seis mortes. De 7 de julho a 29 de setembro, foram confirmados 5.404 casos. Um total de 22.564 suspeitas ainda estão em investigação. Outras 7.554 foram descartadas. O período concentrou 81% dos casos confirmados neste ano.

Esses episódios ocorreram em 19 Unidades da Federação, sendo a quase totalidade em São Paulo, com 5.228 casos (96,74%) em 173 cidades, principalmente na Região Metropolitana da capital paulista. Em seguida vêm Paraná (39 casos, em 10 cidades), Rio de Janeiro (28, em 9 municípios), Minas Gerais (25, em 8 localidades) e Pernambuco (24, em 8 cidades).

A Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, que usa uma metodologia diferente da do governo federal, registrou 12 mortes relacionadas a complicações do sarampo em todo o estado neste ano.

Como os registros estão em municípios específicos, quem desejar mais informações deve buscar a Secretaria de Saúde do seu estado para saber se a sua cidade está entre os locais de ocorrência da doença. Entre as mortes, cinco foram em São Paulo e uma, em Pernambuco.

*Com informações da Agência Brasil

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Notícias