Topo

Irã anuncia que desmantelou rede de espionagem cibernética dos EUA

2019-06-17T15:11:00

17/06/2019 15h11

Teerã, 17 jun (EFE).- A inteligência do Irã desmantelou uma rede de espionagem cibernética dos Estados Unidos, o que levou a detenções em vários países, anunciou nesta segunda-feira o secretário do Conselho Supremo de Segurança Nacional do Irã, Ali Shamkhani.

Esta rede, descoberta há algum tempo, teve "um papel importante nas operações da CIA em diferentes países", segundo declarações de Shamkhani divulgadas pela televisão estatal.

"Compartilhamos as informações sobre a rede com nossos aliados, o que levou à identificação e à detenção dos agentes de inteligência da CIA", acrescentou, sem especificar o número de detidos ou os países aos quais se referiu.

De acordo com o secretário iraniano, com este ação "uma parte importante das capacidades operacionais da CIA em países alvo foi destruída".

Shamkhani denunciou que os EUA têm um longo histórico de ataques cibernéticos contra outros países, inclusive o Irã, mas garantiu que as autoridades de Teerã tomaram as medidas necessárias para se defender.

O secretário do Conselho Supremo de Segurança Nacional também se referiu à atual crise no Golfo Pérsico e acusou os EUA de criar instabilidade na região.

Washington responsabilizou o Irã pelos ataques de quinta-feira contra dois navios no Mar de Omã, assim como pela sabotagem em maio de quatro petroleiros na mesma região, incidentes nos quais Teerã negou envolvimento.

O chefe de Estado Maior das Forças Armadas do Irã, Mohammad Baqeri, afirmou hoje que, se o Irã quisesse impedir as exportações de petróleo pelo Golfo Pérsico, faria "abertamente" e não com ações às escondidas.

A tensão entre Teerã e Washington continua elevada desde que no ano passado os EUA decidiram se retirar de modo unilateral do acordo nuclear de 2015 e voltar a impor sanções econômicas ao Irã. EFE

Mais Notícias