PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

'Caiu meu mundo', diz pai de menina morta em ataque em escola

do UOL

Hygino Vasconcellos

Colaboração para o UOL, em Saudades (SC)

05/05/2021 13h04Atualizada em 05/05/2021 17h05

Motorista de van escolar, o pai de uma das crianças vítimas do ataque a uma escola em Saudades (SC) não pensou duas vezes ao saber do ocorrido. Evandro Sehn saiu ontem de manhã em disparado em direção à Aquarela atrás da filha de pouco mais de um ano.

"Meu colega mora do lado da escola e a esposa dele é professora dela e conseguiu escapar. Ele me ligou desesperado avisando. Vim a mil por hora, infelizmente não deu tempo", conta Evandro.

Horas antes ele havia deixado a filha na escola acompanhada dos colegas. Após o sepultamento na manhã de hoje, ele explicou que reconheceu a filha por um prendedor de cabelos.

"Eu corri atrás, ninguém me deu respostas infelizmente. Eu cheguei lá e invadi uma parte da Aquarela, eu conheço tudo lá. Fui lá ver, precisava tirar essa dúvida. Já tinham achado minha filha, só não me contaram. Eu vi o cabelinho dela e duas xuxinhas que foram feitas de manhã no cabelo dela, caiu meu mundo", conta Evandro.

A menina era filha única e era esperada pelo casal. "Ela era muito esperta, muito inteligente, era tudo para nós, era linda. Era uma menina esperta, feliz, educada, vai ficar essa memória, os vídeos e as fotos, vai ficar essas memórias boas. Levou uma parte de nós junto."

O pai se diz desnorteado após a perda da filha. "Sei lá o que vai ser daqui para frente. Não sei o que vai ser, bem complicado."

Velório de vítimas de ataque a escola reúne cerca de 1,5 mil pessoas em SC

Notícias