PUBLICIDADE
Topo

Programas de milhas mudam regras para não perder clientes durante pandemia

doomu/Getty Images/iStockphoto
Imagem: doomu/Getty Images/iStockphoto
do UOL

Alexandre Saconi

Colaboração para o UOL, em São Paulo

03/06/2020 04h00Atualizada em 03/06/2020 10h58

Os programas de milhas das companhias aéreas estão se adaptando durante a pandemia do novo coronavírus para poderem manter o atendimento aos passageiros. Com a crise no setor da aviação e o cancelamento de viagens, muitos clientes perderiam os benefícios acumulados nesses programas de passageiros frequentes.

Os principais programas do Brasil adotaram medidas de revalidação dos pontos acumulados (veja mais abaixo) e diminuíram as exigências para que os clientes possam avançar nas categorias disponíveis. No atual momento, essas mudanças surgem como uma alternativa para reduzir os impactos financeiros nas empresas.

Para Sillas de Souza Cezar, professor do curso de economia da FAAP (Faculdade Armando Álvares Penteado), essas medidas se adequam à nova realidade do setor. "Para quem tem o programa de fidelidade é uma boa notícia, porque muitas pessoas iam perder prazos, premiações ou não conseguiriam trocar por produtos ou passagens a tempo. Para as companhias, também, pois você continua com a esperança de manter os clientes voando nos próximos meses, e qualquer iniciativa que mantenha pessoas voando é boa".

O economista ainda diz que, neste momento, as empresas não estão em busca da ampliação do número de clientes, mas de não perder os que já possuem. "Se o cliente perde o que ele já acumulou com o tempo, ele fica desgostoso e deixa de confiar no programa", diz Cezar.

Veja abaixo as condições dos principais programas de milhas no Brasil.

AAdvantage (American Airlines)

Categorias:
AAdvantage Gold, Platinum, Platinum Pro e Executive Platinum.

Companhias pelas quais é possível voar:
American Airlines, British Airways, Cathay Pacific, Etihad Airways, Finnair, Hawaiian Airlines, Iberia, Japan Airlines, Malaysia Airlines, Qantas, Qatar Airways, Royal Air Maroc, SriLankan Airlines, além de Gol e Latam.

Milhas expiradas:
O vencimento das milhas está suspenso entre 1º de abril e 30 de junho de 2020. As milhas que iriam expirar nesse período passam a vencer no dia 1º de julho caso o viajante não faça nenhuma operação que as mantenha válidas. Entre essas operações está viajar pelo menos uma vez no período de 18 meses, compras online com os pontos acumulados no programa ou a doação das milhas, por exemplo.

Outras mudanças:

  • Manutenção dos status para passageiros das categorias de elite (Gold, Platinum, Platinum Pro e Executive Platinum) até 31 de janeiro de 2022
  • Redução nas exigências de qualificação para se tornar membro das categorias de elite
  • Oferta de até US$ 400 em créditos para membros das categorias de elite em futuras viagens selecionadas nos pacotes da American Airlines
  • Isenção em taxas de restituição de viagens premiadas até setembro de 2020

Mais informações aqui.

Latam Pass (Latam)

Categorias:
Gold, Gold Plus, Platinum, Black e Black Signature

Companhias pelas quais é possível voar:
Todas do grupo Latam, além de British Airways, Cathay Pacific, Finnair, Ibernair, Iberia, Japan Airlines, Malaysia Airlines, Qantas, Qatar Airways, Royal Jordanian, entre outras.

Milhas expiradas:

A revalidação será feita de duas formas, segundo a empresa. As milhas que expiram entre 16 de março e julho de 2020 são reativadas no dia seguinte ao respectivo vencimento por um período adicional de 90 dias.

Já os pontos que foram utilizados para a emissão de passagens que tiveram de ser canceladas, mas que que expiraram no período, voltam para a conta do cliente com validade de mais 180 dias.

Outras mudanças:

  • Redução em 30% na meta de acúmulo de pontos qualificáveis para a mudança para uma das categorias de elite (Gold, Gold Plus, Platinum, Black e Black Signature) do programa. O acúmulo nessas condições pode ser feito até 31 de dezembro de 2020
  • Manutenção do status das categorias de elite dos clientes até 2022
  • Membros do Clube Latam Pass contarão com 50% de desconto em compras de pontos realizadas até 31 de agosto de 2020

Mais informações aqui.

Smiles (Gol)

Categorias:
Smiles, Prata, Ouro e Diamante.

Companhias pelas quais é possível voar:
Gol, American Airlines, Aerolíneas Argentinas, Air France, AeroMexico, Alitalia, Copa Airlines, Etihad, Emirates, Air Canada, Korean Air, KLM, Qatar, Passaredo, Royal Air Maroc, South African Airways, Ethiopian Airlines, TAP, AirEuropa, TAAG, além da Delta e de parceiras da Hahn Air.

Milhas expiradas:

  • Se o cliente do programa teve o seu voo cancelado pela Gol, pode solicitar a volta das milhas utilizadas na aquisição das passagens sem custo. Se os pontos utilizados na compra tiverem expirado, eles serão reativados com mais seis meses de validade
  • As milhas bônus tiveram sua validade aumentada de seis para 12 meses

Outras mudanças:

  • As viagens com data de embarque até 30 de setembro de 2020 podem ser canceladas pelos clientes sem cobrança de taxa
  • O programa não irá considerar o ano de 2020 como base para rebaixar o cliente de categoria para o ano de 2021. Nestas situações, a requalificação das categorias será calculada apenas em 2022, e irá contabilizar as viagens de 2020 e 2021 no acúmulo de pontos
  • Os passageiros que possuem pontuação necessária para avançar de categoria poderão fazê-lo a qualquer momento deste e dos próximos dois anos

Mais informações aqui.

TudoAzul (Azul)

Categorias:
TudoAzul, Topázio, Safira ou Diamante.

Companhias pelas quais é possível voar:
Azul, Copa Airlines, Tap Air Portugal, Turkish Airlines e United Airlines.

Milhas expiradas:
Os pontos que expirariam a partir de abril deste ano poderão ser utilizados até 29 de setembro.

Outras mudanças
Os clientes do programa permanecerão na categoria atual de cada participante até o final do ano de 2021.

Mais informações aqui.

Notícias