PUBLICIDADE
Topo

Florianópolis multa 2 pessoas com suspeita de covid-19 por saírem de casa

18.mar.2020 - Comércio fechado no centro de Florianópolis após decreto estadual para combater o avanço do coronavírus - Cristiano Andujar/Futura Press/Estadão Conteúdo
18.mar.2020 - Comércio fechado no centro de Florianópolis após decreto estadual para combater o avanço do coronavírus Imagem: Cristiano Andujar/Futura Press/Estadão Conteúdo
do UOL

Do UOL, em São Paulo

08/04/2020 14h12Atualizada em 08/04/2020 14h22

A Prefeitura de Florianópolis aplicou ontem as duas primeiras multas em pessoas com suspeita de covid-19, causada pelo novo coronavírus, por descumprirem o isolamento social e saírem de casa.

A multa de R$ 500 é aplicada quando a pessoa com suspeita da doença não está em casa no momento da testagem ou caso se negue a ter material coletado pela equipe da Vigilância Sanitária. Além disso, o paciente precisa assinar o termo de responsabilidade de isolamento.

As coletas são feitas nas casas das pessoas com suspeita e a Vigilância Epidemiológica faz o acompanhamento diário via telefone. Se houver confirmação, a equipe entra em contato, passa o diagnóstico e todas as recomendações necessárias.

De acordo com a Prefeitura, o objetivo das multas é proteger a saúde da coletividade ao restringir os contatos do paciente com suspeita de covid-19, limitando a circulação viral.

"A atual situação de pandemia preocupa o mundo inteiro e é preciso cautela e responsabilidade para que este período seja enfrentado da melhor maneira possível", afirmou a diretora de Vigilância em Saúde de Florianópolis, Priscilla Valler dos Santos.

"Estamos fazendo de tudo para não sobrecarregar o sistema de saúde, e para isso precisam ser cumpridas a medidas de distanciamento social e de isolamento, não permitir que as pessoas descumpram essas medidas é essencial para saúde coletiva", declarou.

Notícias