PUBLICIDADE
Topo

Presidente da Comissão Europeia define concorrência justa como condição para acordo comercial pós-Brexit

29/01/2020 13h59

BRUXELAS (Reuters) - A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, disse ao Reino Unido nesta quarta-feira que garantias sólidas de livre concorrência são uma condição prévia para um novo acordo comercial com a União Europeia após o Brexit.

Falando em uma sessão plenária do Parlamento Europeu que deveria aprovar o acordo de divórcio do Reino Unido ainda na quarta-feira, Von der Leyen disse que os dois lados deveriam continuar trabalhando de mãos dadas sobre o meio ambiente e segurança.

"Estamos considerando um acordo de livre comércio com tarifa zero e cotas zero. Mas a precondição é que as empresas da UE e britânicas continuem a competir em igualdade de condições, e certamente não exporemos nossas empresas a concorrência desleal."

Von der Leyen disse que a UE estará "vigilante" sobre como o acordo de divórcio será implementado na sensível fronteira irlandesa e que nenhum novo relacionamento replicará os mesmos benefícios existentes durante a filiação do Reino Unido na UE.

"Quero que a UE e o Reino Unido continuem sendo bons amigos e bons parceiros", disse ela. "Sempre amaremos vocês e nunca estaremos longe."

(Reportagem de Gabriela Baczynska e Marine Strauss)

Notícias