Topo

EUA espera que justiça espanhola reconsidere extradição de venezuelano Hugo Carvajal

19/09/2019 19h51

Washington, 19 Set 2019 (AFP) - Os Estados Unidos espera que a justiça espanhola reconsidere a extradição de Hugo Carvajal, ex-chefe de Inteligência de Hugo Chávez na Venezuela, ao país, depois que nesta semana a Audiência Nacional negou o pedido, informou nesta quinta-feira (19) uma funcionária do Departamento de Estado.

"Esperamos que haja uma reconsideração por parte da corte", disse em coletiva de imprensa Carrie Filipetti, subsecretária adjunta do Departamento de Estado para Cuba e Venezuela.

O ex-general, conhecido como "El Pollo" e afastado do cargo depois de reconhecer, em fevereiro, o líder opositor venezuelano Juan Guaidó como presidente interino, foi detido em abril em Madri, onde havia chegado depois de fugir de barco da Venezuela para a República Dominicana.

Acusado de narcotráfico em 2011 pela procuradoria de Nova York, Carvajal foi acusado de conspiração para importar cocaína aos Estados Unidos, incluindo um embarque de 5,6 toneladas transportadas da Venezuela para o México em 2006.

Carvajal, que nega as acusações, foi libertado após a decisão da Audiência Nacional, à qual cabe recurso.

an/llu/cc/mvv

Mais Notícias