Topo

Trident Energy vence disputa por ativos da Petrobras com oferta de US$1 bi

19/07/2019 19h35

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A empresa de energia Trident Energy venceu a disputa pela aquisição de dois ativos da Petrobras , os polos de Pampo e Enchova, na Bacia de Campos, com uma oferta de cerca de 1 bilhão de dólares, considerando pagamentos firmes e contingentes, disse a petroleira brasileira em comunicado nesta sexta-feira.

O negócio, que acontece em meio ao plano de desinvestimentos da Petrobras, envolve o maior ativo de produção maduro colocado no mercado pela estatal, com produção de 39 mil barris de óleo equivalente por dia, segundo dados de julho de 2018.

Criada em 2016, a Trident Energy é apoiada pela empresa de private equity Warburg Pincus, que já investiu em mais de 780 companhias em 40 países pelo mundo.

A notícia confirma matéria publicada mais cedo pela Reuters com informação de fontes, segundo a qual a proposta da Trident Energy teria sido escolhida pela Petrobras.

A Petrobras ressaltou, no entanto, que "a transação se encontra em etapas finais de aprovação pelos órgãos competentes" da companhia.

O processo para a venda dos dois polos, em águas rasas, teve início há quase um ano, com um andamento lento devido a regras que exigem rodadas competitivas de ofertas para vendas de ativos pela estatal.

Em uma rodada anterior, a petroleira independente brasileira Ouro Preto Óleo e Gás chegou a se juntar à britânica Seacrest Capital e à anglo-francesa Perenco para entregar uma oferta pelo ativo. A Petrobras não informou se as companhias voltaram a fazer uma oferta.

Vencedora da disputa, a Trident Energy tem como objetivo construir um porftólio de ativos de petróleo e gás maduros e em produção, com foco tanto em operações onshore como offshore.

Com escritório em Londres, a Trident Energy já possui operações na Guiné Equatorial, na África, continente colocado como foco de sua estratégia, junto à América Latina, segundo informações do site da empresa.

(Por Marta Nogueira)

Mais Notícias