Topo
Notícias

Conteúdo publicado há
15 dias

Brasil condena ataque a embaixada do Irã na Síria

1º.abr.2024 - Local onde um suposto ataque de Israel atingiu o consulado do Irã na Síria - Maher Al Mounes/AFP)
1º.abr.2024 - Local onde um suposto ataque de Israel atingiu o consulado do Irã na Síria Imagem: Maher Al Mounes/AFP)

São Paulo

03/04/2024 19h17Atualizada em 03/04/2024 20h28

O governo brasileiro condenou o ataque contra o consulado do Irã em Damasco, na Síria, na última segunda-feira (1º).

Em uma nota divulgada nesta quarta-feira (3), o Itamaraty citou que a ação, atribuída a Israel, "provocou mortes e ferimentos entre funcionários diplomáticos e consulares".

"O Brasil recorda a obrigação de todos os países de observarem o princípio da inviolabilidade das representações diplomáticas e consulares, como determinado pelas Convenções de Viena sobre Relações Diplomáticas e sobre Relações Consulares, de 1961 e 1963, respectivamente", diz o texto.

"O governo brasileiro lembra, ademais, que o respeito à soberania e à integridade territorial dos países é princípio basilar da Carta das Nações Unidas e exorta todas as partes envolvidas a exercerem o máximo de contenção", prossegue a nota.

O país concluiu o comunicado expressando preocupação "com a disseminação de focos de hostilidade na região, que podem resultar em consequências graves e imprevisíveis para a estabilidade no Oriente Médio".

O nome de Israel, que não reivindicou o ataque, não foi citado, apesar da animosidade entre o país judeu e o Brasil nos últimos meses, com trocas de ataques desde que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) comparou a ação em Gaza ao Holocausto em fevereiro passado.

Notícias