Topo
Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Funcionária é estuprada dentro da Delegacia Sede do Guarujá; agressor foi preso em flagrante

Delegacia Sede de Guarujá - Reprodução/Facebook/Memória da Polícia Civil de São Paulo
Delegacia Sede de Guarujá Imagem: Reprodução/Facebook/Memória da Polícia Civil de São Paulo

24/02/2024 11h06Atualizada em 24/02/2024 12h03

Uma mulher foi agredida e estuprada dentro da Delegacia Sede do Guarujá, no litoral de São Paulo. O agressor, um homem de 52 anos, foi preso em flagrante por policiais do DP que ouviram pedidos de socorro da vítima dentro de uma sala.

Segundo informações do portal de notícias G1, o agressor já teria ido ao local outras três vezes mas somente na terça-feira (20) abordou a mulher com cartas de amor em mãos. O homem teria prendido a vítima em uma sala e abusado sexualmente dela que tentou reagir ao crime entrando em luta corporal.

O caso foi registrado na própria Delegacia localizada na avenida Puglisi, Centro do Guarujá, como estupro. O homem foi preso em flagrante e em seguida, encaminhado à cadeia pública da cidade.

Em nota a Secretaria de Segurança Pública afirmou que a vítima, uma mulher de 40 anos, é funcionária de serviços terceirizados no local. "Demais detalhes serão preservados devido à natureza da ocorrência" diz o comunicado.

Notícias