Topo

Chan, incel, dark web: entenda os termos ligados ao massacre de Suzano

Reprodução
Trolls e incels tem aos montes em chans, que trazem o lado mais obscuro da web Imagem: Reprodução
do UOL

Márcio Padrão

Do UOL, em São Paulo

2019-03-14T16:01:23

2019-03-15T07:59:20

14/03/2019 16h01Atualizada em 15/03/2019 07h59

Uma das repercussões do massacre realizado em uma escola em Suzano (Grande São Paulo) foi a possível conexão entre os atiradores e obscuros fóruns de ódio no submundo da internet, que passaram a comemorar o feito dos jovens. Palavra como "chan", "sanctus", "incel" e "dark net" pipocaram no noticiário.

Para entender melhor o caso, é preciso saber que chans são fóruns online, onde qualquer pessoa pode postar textos e imagens de forma anônima, criando e desenvolvendo tópicos de discussões.

Nesses fóruns, costumam rolar assuntos variados e imagens normalmente inofensivas, como memes. Mas o anonimato tornou esses sites locais propícios para uma cultura de ódio e um ambiente de crimes e ameaças.

O criminoso mais conhecido por trás de um fórum associado ao caso de Suzano é Marcelo Valle Silveira Mello. Ele foi preso pela Polícia Federal em 2012, solto em 2015 e novamente preso em 2018, por incitar violência contra mulheres, negros, homossexuais, e incentivando o abuso sexual de mulheres e menores.

Onde há uma demanda, há uma oferta. Se pessoas estão interessadas em crime e ódio, elas encontrarão outros que compartilham os mesmos interesses, trocando seus pensamentos e conhecimentos, assim como com qualquer outro tópico

Michal Salat, analista de segurança da Avast

Conheça abaixo alguns dos termos mais populares

Chan/imageboard: Um imageboard ("quadro de imagens") é um tipo de fórum de discussão na internet. Ele tem interface simples e se baseia na postagem de imagens e textos, geralmente de forma anônima. Atualmente o termo mais conhecido do imageboard é "chan" (abreviatura do inglês "channel", canal).

Neles, o conteúdo antigo é rapidamente excluído. Nem tudo postado lá é extremo: muitos chans estão entre as fontes mais populares de memes de internet.

Mas por garantir o anonimato dos usuários, alguns tópicos permanentes abrigados por chans acabaram, ao longo dos anos, reunindo um perfil de pessoas propensas a preconceitos, cultura de ódio, trotes e até ameaças.

Deep Web/Deep Net: São todas as páginas, lojas virtuais e fóruns de internet que estão escondidos e inacessíveis aos motores de busca, como, por exemplo, Google ou Bing. Eles usam os protocolos padrão HTTP/HTTPS para que possam ser acessados por navegadores próprios.

Dark Net: São páginas que estão escondidas na internet convencional e inacessíveis aos motores de busca e que, para acessar, você precisa de um tipo específico de software. Chans podem estar tanto na dark net quanto na internet convencional.

Tanto a deep web como a dark net são frequentemente palco de atividades ilegais, como compra de drogas, armas, malware (programas de computador maliciosos, como vírus) e até serviços de assassinos profissionais. Mas a dark net fornece mais anonimato do que a deep web, e por isso é mais popular entre os cibercriminosos.

"A dark net é uma parte distribuída da internet que foi projetada para ser anônima. O fato de ser distribuída torna muito difícil derrubá-la, porque não há um único ponto de falha", diz Salat.

Anon: Sigla para "anônimo", e como é chamado um usuário anônimo de um chan.

Board e /b/: Os chans são divididos em "boards", que é o nome dado às seções fixas do fórum de acordo com temas ou atividades específicas. O /b/ geralmente é o fórum destinado a assuntos aleatórios, e normalmente é o board mais acessado dos chans. Muitos memes nascem no /b/.

Os chans mais voltados a conteúdos tóxicos trazem outros boards que incentivam o "gore" (violência gráfica), pedofilia, homofobia e misoginia, entre outros. Crimes como invasões hackers, assassinatos e massacres também podem ser planejados nesses espaços.

CP: Sigla usada nos chans para "child porn", pornografia infantil.

Falho: Refere-se a pessoas que "falharam" na vida, e segundo os usuários dos chans, é atribuído a quem carece de vida social ou habilidades de comunicação interpessoal.

Incel: Corruptela do inglês involuntary celibacy (celibato involuntário). Designam pessoas --geralmente homens-- caracterizadas pela virgindade indesejada e, por conta disso, uma rejeição crescente ao sexo oposto. Os incels são vertentes ou desdobramentos de grupos como os ativistas dos "direitos dos homens".

Jorge: Expressão utilizada em chans latinos para definir pessoas que fracassaram ao tentar realizar atos chocantes ou terroristas. A origem do nome vem de uma captura de tela de um telejornal, que trazia um menino e o título em espanhol "Jorge queria ser 'hardcore' mas sua mãe não o deixa".

Lulz: É uma corruptela da popular sigla em inglês "LOL", que significa "Laugh Out Loud" (Rindo bem alto). Geralmente "lulz" é usado para expressar a alegria pelo sofrimento dos outros.

Raid: É um tipo de campanha de arrastão na internet. Por exemplo, usuários de um chan se organizam para invadir o site de um rival redirecionando o endereço a pornografia infantil até o servidor tirá-lo do ar.

Sancto/sanctum/Sanctvm: Termo em latim para "santo", e muito usado por "incels" para glorificar os que conseguiram realizar ações criminosas.

Tor: Navegador de código aberto que garante comunicação anônima e segura ao navegar na internet. Pode ser usado para ativistas se protegerem contra a censura, mas também para acessar a dark web. O Tor redireciona o tráfego de internet por uma rede de servidores voluntários e distribuídos pelo mundo.

Troll: Gíria usada para os usuários de internet que costumam "causar" ou criar pegadinhas em comentários de internet e redes sociais, sem motivação aparente além da diversão própria. Muitas vezes os trolls não acreditam realmente no que estão dizendo, e escrevem conteúdo repulsivo apenas para acompanhar a reação das pessoas.

Mais Notícias