Topo

Machismo, maus tratos com animais: "BBB19" já está cheio de polêmicas

Reprodução/UOL
Imagem: Reprodução/UOL
do UOL

Gisele Alquas

Do UOL, em São Paulo

22/01/2019 04h00

O "BBB19" nem começou e está provocando muitas polêmicas aqui fora. Os participantes disparam todo tipo de comentário, muitos que podem destruir a reputação fora do confinamento. 

O UOL selecionou 5 histórias dos brothers que que estão dando o que falar: 
 

  • Reprodução/GloboPlay

    Crueldade com animais

    Uma revelação de Maycon gerou revolta no público. O barman vendedor de queijos contou que já amarrou bombinha no rabo de um gato e colou adesivo para que o animal andasse em círculo. "Você nunca fez isso? Você não teve infância", disparou o brother. Se depender de Tatá Werneck e Luisa Mell, Maycon sairá do reality show nesta terça-feira (22), dia do paredão coletivo. As duas estão em campanha pela saída do barman.

  • Reprodução/TV Globo

    Punição por roncar

    Muito incomodada com o ronco de Rodrigo e Tereza, Isabella fez uma reunião para tentar uma solução. A Miss Natal 2014 sugeriu fazer revezamento de quarto entre os brothers para que todos tenham a chance de dormir. A acareação deixou Rodrigo e Tereza muito chateados, tanto que Rodrigo pediu desculpas e ficou acordado durante a madrugada na cozinha para não incomodar os outros participantes. A atitude de Isabella provocou ira nos telespectadores, que estão pedindo sua saída, e colocou Rodrigo como queridinho do público.

  • Reprodução/GloboPlay

    Machismo e preconceito

    Gustavo classificou índio como animal durante uma brincadeira e deixou Vanderson, que é coordenador educacional indígena, revoltado. Depois, o médico insinuou que as meninas estavam atiradas e que os homens ficam com elas quando eles quiserem.

    "Aqui é a presidência, o baile é nosso. Calma, meninas. Vocês estão muito soltas, estão parecendo calota de carro quando descem a serra", disparou o médico, que ganhou a pecha de machista.

  • Reprodução/Globoplay

    "Cabelo ruim"

    Gabriela e Hana comentavam sobre terem acabado com o condicionador quando Paula falou "que tem cabelo ruim igual a cacheado". "Eu lembro que só emprestei para a Elana porque ela também tem cabelo cacheado", afirmou Gabriela. "Eu também tenho cabelo ruim", intrometeu-se Paula. A mineira foi reprendida por Gabriela: "Não fala isso. Ruim é preconceito, cabelo não".

    Depois Paula causou novamente ao zombar da dependência química do ator Fábio Assunção. Em conversa com outros brothers, Gabriela perguntou qual famoso os colegas achavam mais bonito. A loira não só respondeu, como polemizou: "Eu acho o Fábio Assunção. Sempre achei ele muito lindo. Fábio Assunção, vamos cheirar um pó juntos?"

  • Reprodução/Globoplay

    "Loiras sofrem racismo"

    Ao ouvir Rízia e Gabriela relatando casos de racismo que sofreram ao longo da vida, Tereza fez uma declaração que causou polêmica entre as sisters. A psicanalista disparou que elas não sabiam como "mulheres loiras de olho claro passam por racismo".

    "Isso não é racismo. Racismo é um sistema de opressão. Existiria racismo inverso se existissem navios 'branqueiros', que escravizassem as pessoas brancas por mais de 300 anos", explicou Gabriela.

    Rízia complementou: "Você, branca, não vai acontecer como rola comigo, se eu entrar numa loja de rica ser seguida por um segurança". Tereza corrigiu o termo, mas continuou reclamando que pessoas brancas também sofrem preconceito. Isabella concordou e disse que já foi estereotipada como loira interesseira.

Mais BBB19