Topo

Ex-BBBs Hariany e Peixinho lucram alto e devem bater R$ 1,5 milhão de Paula

Reprodução/Instagram
Hariany e Carol Peixinho faturam alto como influenciadoras digitais Imagem: Reprodução/Instagram
do UOL

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

2019-05-24T04:00:00

24/05/2019 04h00

Hariany e Carol Peixinho devem faturar em pouco tempo R$ 1,5 milhão, o mesmo valor do prêmio que não ganharam no "BBB19".

Os seguidores nas redes sociais, sobretudo no Instagram, são um bônus extra --para a maioria, a principal recompensa-- e se tornaram fonte de renda para os ex-participantes do programa. Campeã da edição, Paula Sperling acumula 2,9 milhões de seguidores no Instagram. Já sua parceira Hariany, expulsa um dia antes da final, coleciona 4,5 milhões.

Reprodução/Instagram
Hariany tem mais de 4,5 milhões de seguidores no Instagram Imagem: Reprodução/Instagram

O UOL apurou que Hariany cobra em torno de R$ 8.000 para uma publicidade em seu feed do Instagram e R$ 6.000 para postar três stories. A assessoria da ex-BBB não quis confirmar os valores. Desde que saiu da casa, em abril, ela já divulgou acessórios, cosméticos, roupas, empresa de venda de passagens aéreas, ótica, creme para estrias, entre outros produtos.

Das 57 fotos postadas por Hari em 42 dias, 24 foram para divulgar marca, produto ou fornecedor. Só de postagens no feed, ela já teria faturado cerca de R$ 190 mil, já que o cachê dela aumentou recentemente. Isso sem contar, as presenças VIPs e publicações nos stories.

Nas últimas 24 horas, Hariany divulgou duas empresas nos stories. Se seguir esse ritmo, ela deve faturar nada menos que R$ 360 mil por mês só com as histórias na rede social. Se Hari continuar com tantos trabalhos como influenciadora e modelo, em apenas três meses, ela conquistará o seu R$ 1,5 milhão.

Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

A situação é bem diferente da campeã. Com uma passagem polêmica pelo "BBB", Paula teve que se explicar e foi indiciada por intolerância religiosa, após comentários preconceituosos.

Talvez por conta de seu comportamento, Paula é menos requisitada para campanhas publicitárias. Desde a final do reality show, a advogada só divulgou três marcas: um creme para estrias, um sorteio e uma empresa de passagens aéreas. O valor de cada post é R$ 25 mil, segundo o UOL apurou. A assessoria dela também não quis comentar os valores.

Terceira colocada

Carol Peixinho vai pelo mesmo caminho de Hari. Com 2,6 milhões de seguidores, a baiana cobra R$ 6.000 para postar no feed do Instagram, R$ 4.000 por três stories e R$ 15 mil por presença VIP. A empresa que cuida pelo gerenciamento da carreira de Peixinho explica que ela é criteriosa na escolha das marcas que divulga.

Reprodução/Instagram
Carol Peixinho está com 2,6 milhões de seguidores no Instagram Imagem: Reprodução/Instagram
"As marcas tem que ter muito a ver com a rotina da Carol, ou seja, fitness, cuidados com o corpo, coisas que ela usa e veste. No feed não fazemos tanta, porque a gente filtra muito", explica Priscila Jaffé, responsável pelo gerenciamento de carreira da ex-BBB.

Das 67 fotos postadas desde que saiu do "Big Brother", Carol publicou 30 imagens divulgando alguma marca, que vão desde agência de turismo, marca de óculos a produtos de beleza, estética e chás. Algumas divulgações são pagas e outras parcerias feitas por permuta.

No último mês, Carol fez presenças VIPs todas as semanas. Se seguir assim, em até seis meses a baiana fatura seu R$ 1,5 milhão. Apesar do sucesso na web, Peixinho não quer só seguir na profissão de influenciadora. A baiana almeja trabalhar na TV.

"Carol quer ter um programa de televisão ou de esportes, incentivando as pessoas a praticarem exercícios, a cuidar do corpo e da mente. A longo prazo, a Peixinho quer ser apresentadora", conta Priscila.

Mais Entretenimento