PUBLICIDADE
Topo

Peres quer multar Bruno Henrique por 'sumiço' no Santos

29/01/2019 23h47

Bruno Henrique já marcou até dois gols pelo Flamengo, mas sua passagem pelo Santos ainda não acabou. O presidente José Carlos Peres pensa em multar o atacante em até 40% por não ter comparecido na concentração do jogo contra a Ferroviária.

O episódio aconteceu no dia 19 de janeiro. Foi na mesma data que Bruno Henrique foi vendido ao Flamengo por R$ 23 milhões.

- Fizemos Bruno Henrique sem intermediário, sem comissão. Fico triste pela fofoca no clube. Não teve um centavo, de clube para clube. Santos e Flamengo. Tentamos segurar o máximo possível, mas proposta é de três vezes e meia de salário maior. Para não fugirmos de nosso limite, decidimos, junto ao Comitê de Gestão, que era melhor vender. Chegou atrasado no jogo, será multado e faremos a rescisão com 40% de multa pois não comparecer contra a Ferroviária. Foi o exemplo ruim do Arrascaeta no Cruzeiro. Fez algo que não foi correto e foi premiado, é o futebol, a força do dinheiro. Infelizmente, quem sumiu foi premiado. Com a gente, não. Depois que o treinador achou que a melhor forma era tirar, fizemos a venda sem comissão - falou Peres, em reunião do Conselho Deliberativo nesta terça-feira, na Vila Belmiro.

A negociação envolvia o volante Ronaldo, cria da base do Flamengo. No entanto, Peres afirmou que a transação pode não ocorrer.

- Tem futuro, se apresentou bem, tem salário pequeno e achou que ganharia maior salário do nosso clube. Existe negociação. Ou Flamengo nos oferece outro jogador ou ele muda a pretensão. Defendo o Santos - falou o presidente.

Esporte