Topo
Notícias

Conteúdo publicado há
15 dias

Apoiadores de Trump fazem publicações violentas e ameaçam juiz após condenação

Donald Trump se tornou o primeiro ex-presidente dos Estados Unidos a ser condenado por um crime - Seth Wenig-Pool/Getty Images/AFP
Donald Trump se tornou o primeiro ex-presidente dos Estados Unidos a ser condenado por um crime Imagem: Seth Wenig-Pool/Getty Images/AFP

31/05/2024 09h26

Apoiadores do ex-presidente norte-americano Donald Trump, enfurecidos com sua condenação por 34 crimes por um júri de Nova York, inundaram os sites pró-Trump com apelos a protestos e represálias violentas.

Depois que Trump se tornou o primeiro ex-presidente dos Estados Unidos a ser condenado por um crime, seus apoiadores responderam com dezenas de publicações violentas online, de acordo com uma análise da Reuters dos comentários em três sites alinhados a Trump: a plataforma Truth Social do próprio ex-presidente, Patriots.Win e Gateway Pundit.

Alguns pediram ataques a jurados, a execução do juiz, Juan Merchan, ou guerra civil e insurreição armada.

"Alguém em Nova York, sem nada a perder, precisa cuidar de Merchan", escreveu um usuário no Patriots.Win. "Esperamos que ele se depare com ilegais com um facão", disse o post em referência aos imigrantes ilegais.

No Gateway Pundit, um pôster sugeriu atirar nos liberais após o veredicto. "É hora de começar a acabar com alguns esquerdistas", disse a postagem. "Isso não pode ser consertado pelo voto."

As ameaças de violência e a retórica intimidadora aumentaram depois que Trump perdeu a eleição de 2020 e alegou falsamente que a votação foi roubada. Enquanto faz campanha para um segundo mandato na Casa Branca, Trump tem acusado sem fundamento os juízes e promotores em seus julgamentos como ferramentas corruptas do governo Biden, com a intenção de sabotar sua candidatura à Casa Branca. Seus partidários responderam com uma campanha de ameaças e intimidação contra juízes e autoridades do tribunal.

"Isso foi uma desgraça, foi um julgamento manipulado por um juiz conflituoso que era corrupto", disse Trump aos repórteres depois, repetindo comentários que ele fez com frequência durante o julgamento.

Um júri de 12 membros considerou Trump culpado na quinta-feira de falsificar documentos para encobrir um pagamento para silenciar o relato de uma estrela pornô sobre um encontro sexual antes da eleição de 2016. A sentença está marcada para 11 de julho, dias antes de o Partido Republicano indicar formalmente Trump como candidato a presidente antes da eleição de 5 de novembro. Trump negou ter cometido qualquer irregularidade e deve recorrer.

Trump continuou seus ataques online após o veredicto.

No Truth Social, ele chamou Merchan de "ALTAMENTE CONFLITUOSO" e criticou as instruções do júri como injustas.

Notícias